Twitter Facebook Youtube
Home » Discos » 100 Motivos para Sorrir mas Sorrindo

100 Motivos para Sorrir mas Sorrindo

O rapper Jerry Loko sai na frente e inaugura uma nova fase do rap alagoano com o seu primeiro álbum

Por Jean Albuquerque
Fotos por: Luiz R.

Dono de uma versatilidade única, que o ajudou a achar o diferencial em seu som, e uma musicalidade que transita do samba ao jazz, do brega ao reggae e finca os pés no rap, Jefferson dos Santos Moura, 20, que com o mic. na mão atende por Jerry Loko, lança agora seu primeiro álbum solo intitulado “100 Motivos para Sorrir, mas Sorrindo”.

O disco contém 14 faixas e, nele, podem ser encontradas as influências de grandes nomes do rap nacional, como por exemplo: RZO, Sabotage, Negra Li, De Menos Crime, DBS e a Quadrilha, Criolo, Projota e também seu primeiro grupo de Rap ‘Cyclonia Hip Hop’, formado por Jerry, Mc Neguinho e Narguilé.

As letras falam de suas vivências e tem como intenção mostrar a realidade da periferia com um olhar diferenciado, onde nem tudo é sangue, violência e lágrimas. Ele ainda tenta passar sua história, caminhada de vida, a perda de amigos e parentes, além de retratar o nordeste e a cultura afro-brasileira.

“Na favela encontro sorrisos, alegria e o amor da família. Trabalhei pra mostrar que se procurarmos motivos para sorrir, acharemos! Pra chorar? Só olhar em volta, prefiro sair procurando motivos pra sorrir e ajudar os meus a enxergar que o bom da vida é viver, apreciar o pôr do sol e poder saborear a paz, já que ela está extinta”, contou.

O álbum ainda conta com as participações de Arielly Oliveira (Biografia Rap), John Clivani (Contenção Mc`s), Cinnthia Alves, Tito (A Queda), PH, Rimador, Mago Aplique, Boby CH, Cabelera (Ladoeste/Marginal Plano), Mc Neguinho, Narguiilé, Davi 2P, e Jonathan (Ladoeste/Quarentena Sonora). “Busquei as participações de acordo com o que cada faixa pedia, é por isso que o som saiu da forma que eu esperava. Ficou foda! Procurei as pessoas que fazem parte do meu cotidiano e que a relação fosse além da música”, afirmou.

Com uma caminhada no rap alagoano desde 2010 com o grupo Raciocínio Agressivo, ele foi somando experiência para chegar até o ‘100 Motivos para sorrir, mas sorrindo’ e mostrar uma evolução dentro do cenário local. “Quem conhece meu trabalho no R. A. vai ter uma surpresa, pois o disco solo é totalmente diferente. Cada letra saiu um pedaço do meu coração. O rap pra mim pode ser uma arma de destruição da alienação. Espero fazer vocês rirem bastante com meus sons”, concluiu.

SIRVA-SE se antecipou e foi atrás de lançar com exclusividade esse álbum aqui no blog; além disso preparamos junto com Jerry Loko um faixa a faixa comentando cada som do cd. Agora você confere esse lançamento e entende o que o cara queria passar em cada faixa do material.

Tá esperando o quê? confere aí!

Jerry Loko – “100 Motivos pra Sorrir mas Sorrindo”

*Faixa a Faixa do Álbum*

3 Sonhos, Um só Objetivo

A primeira faixa foi onde o sonho começou. Eu, Mc Neguinho e Narguilé, estávamos gravando um som em um mp3, onde o grupo se chamava Garotos do Rap, isso em cima do beat do 50 Cent – In da Club.

Olho no Crime

Retrata a quebrada do Clima Bom e do complexo Benedido Bentes, onde existe um alto índice de crime e violência. Também cita o nome de amigos que perderam a vida no crime, e aqueles que saíram em quanto é tempo. Foi desse som que tirei o título do meu livro que será escrito futuramente ‘Lado A & Lado B, Microfone Corrompido Mata Mais que Revólver’.

Z. O. meu Brooklin

Fala da minha quebrada Z. O. onde a alegria e o sofrimento vivem juntos, as lembranças passadas machucam e os rachinhas não voltam.

Favela Grita o Povo Chora

Favela o alvo do sistema, súplicas de famílias, onde perdem o filho para o crime, e há a má atuação de militares.

Fi Fi

Quem muito fala, pouco faz – hehehehehe. Fi Fi é um som que canto com a participação do Rapper Davi 2p, um grande amigo. Fala das fuxiqueiras, língua solta, pessoas que gostam de falar da vida alheia. Resolvi fazer um som já que o beco da Baiuca onde moro tem de monte – hehehehe.

A Estrela Brilha

Acreditar sempre em você, e que em cada um existe uma estrela. Não importa quem diga que você não irá chegar onde quer, isso só depende de você. Enquanto a fé existir a estrela vai brilhar.

O Vendedor

Oia o flau, oia o flau. Criei um filme de curta metragem narrado por mim, e nesse som, falo sobre a venda de flau, sacolé ou geladinho, numa fase da minha vida.

Noz é Favela

Noz é favela é um som que conta com os parceiros mil graus Boby CH e Cabelera. Congestionamento de sentimentos, uma realidade vivida por ambos. Quem enfrenta a dificuldade que é conviver com a Violência , discriminação e a dificuldade por ser o alvo principal do sistema.

A Luta é Nossa

Sonhos e pensamentos não podem ser interferidos. Juntos podemos chegar mais longe, meus versos vem com a intenção de ajudar. Só é  preciso apertar a minha mão, como aperto a sua. Negra Cinn é a deusa dessa voz magnífica.

O bom da Vida é Viver

Tem que viver apesar das decepções que a vida nos traz, infelizmente. Se for pensar que é tudo é motivo para desistir, nunca vamos viver. Como diz Sabotage ‘respeito é pra quem tem’, nesse mundo de hoje, o bom da vida é viver. Somando ao bando de loucos Arielly Oliveira (Biografia Rap), Negra Cinn e John Clivani (Contenção Mc`s).

Onde o Vento Sopra a Brasa do Inferno

Retrata o serão do nordeste, a falta de assistência dada pelo governo, os bilhões investidos em cisternas, e as pessoas continuam vivendo na seca.

Sai do Pé

Rotina dos que convivem com a repressão da polícia, preconceito e perseguição os que são limpeza, enquanto quem rouba e comete falcatruas é aplaudido. Mago Aplique e Rimado tão junto comigo ai.

Um Brinde a União

Som que surgiu devido a desunião de vários rappers da área, que não afetava só o movimento, mas quem estava em volta também. Convido a rapaziada para somar que estamos lutando pela mesma causa.

Sem Motivos para Sorrir

Hora do salva e agradecimentos, mostrar que minha vida não foi diferente de muitos que vivem na periferia, e me orgulho e agradeço a Deus por isso. Em primeiro lugar só ele, sabe a caminhada. Paz para todas as quebradas. Microfone corrompido mata mais que revolver.

BAIXE O CD AQUI

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print