Twitter Facebook Youtube
Home » Destaques » 9 de março – Dia Internacional do DJ

9 de março – Dia Internacional do DJ

Hoje – 9 de março – é comemorado o dia do Dj. É inegável a importância dos mestres dos toca-discos que animam festas, bailes e para a cultura hip-hop, são essenciais, afinal, o primeiro elemento que passou a incorporar foi o Dj. Afrika Bambaataa, o pai da cultura, começou como Dj.

O DJ deu início à cultura hip-hop. As primeiras pick-ups – toca-discos ou vitrola do DJ- chegaram ao Bronx, bairro do subúrbio de Nova York, EUA, pelas mãos do jamaicano Kool Herc, que é também um dos responsáveis pela difusão do hip hop, ao lado do Afrika Bambaataa, que começou como DJ, no ano de 1973. Junto com as pick-ups ele trazia o ritmo caribenho, mas que nem sempre fazia sucesso entre os jovens dos guetos nova-iorquinos. Então ele sentiu a necessidade de aprimorar as técnicas e inventar.

A maioria dos DJs existentes até aquele momento eram DJs de música Disco – tocada em bares, boates e rádios – Kool Herc era um rebelde e, como diz o DJ Jazzy Jay, um dos precursores também no Bronx: “ Ele era um Deus”. Herc não tocava a faixa principal do disco, tocava um pedaço de uma música do disco, que eram sempre batidas e ritmos.

Nasceu aí o breakbeat que, segundo Bambaataa, é um trecho da música que motiva as pessoas a se soltarem. Aí entram os DJs do hip hop, que criaram esta batida com maior duração, alegrando os dançarinos.

IMG_2067

[ A edição atual da Revista RAP NACIONAL traz uma matéria
especial sobre uma família de DJs, compre a sua! ]

Entre os nomes mais conhecidos aparecem Jazzy JayRed AlertiGrand Wizard Theodore, D.X.T., Grand Master Flash e Qbert.

“Um dia, os toca-discos do Bam caíram e quebraram. Aí Aziz, um dos integrantes originais da Zulu Nation disse que Bam precisava dos toca-discos. Antes que ele acabasse de falar, corri para o quarto, embalei os toca-discos, voltei e perguntei: ‘Cadê o Bam?’”, conta DJ Jazzy Jay, em documentário para o canal de TV por assinatura GNT. Ele havia acabado de comprar suas pick-ups e cedeu-as para Bambaataa que havia perdido as suas. “Ele trouxe os toca-discos, começou a tocar, fez todo mundo dançar e virou nosso protegido”, dizBambaataa, ainda no mesmo documentário.

Para o hip hop, o DJ é considerado uma fonte de energia, uma vez que é da responsabilidade dele encontrar a música certa, no momento certo. Fazer a seleção de faixas e ritmos para os MC´s, B. Boys, graffiteiros e todo o público.

Inicialmente, o DJ era conhecido com selector – do inglês, seletor -, pois selecionavam e apresentavam os discos, assumindo o comando das festas. Neste cenário, ele começou a manipular as pick-ups com mais facilidade e confiança, mixando diferentes estilos de música. Esta arte fez surgir à técnica do dub,que consiste em modificar o arranjo das músicas, alterando o timbre, duração e intensidade. O DJ também fazia o rito de passagem para que o MC pegasse o microfone na voz dele.

Está é a história do surgimento do DJ no hip-hop, precisamente no Bronx, uma vez que ele deu origem à cultura.

No Brasil, a princípio eles eram chamados de discotecários, porque tocavam nos discos da época. Com o surgimento da black music no país, os DJs passaram a se interessar também pela cultura negra e se expandiram com os primeiros bailes black. Ali eles podiam usar também o microfone, transmitindo informações para o pessoal do baile, além de tocar o som da cultura negra.

Fascinados, os jovens pobres habitantes da periferia buscavam se informar sobre o movimento negro. Assim, inevitavelmente, terminavam conhecendo o pessoal que praticava o break. Unindo uma forma de expressão à outra, neste tempo, o hip hop se consolidou no Brasil.

As técnicas aplicadas pelos DJs chegavam junto com as informações referentes ao hip- hop, vindas dos Estados Unidos.

Desta forma, o DJ já se considerava por aqui um DJ de hip -hop, porque se arriscava às performances que exigiam mais.

O Portal RAP NACIONAL parabeniza todos os DJs do nosso movimento.

Texto: Jéssica Balbino

 

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

OUTROS COMENTÁRIOS (1)

  1. MI Lopes disse:

    muito…boa e informativa esta matéria….bom para os deejay de sinc….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print