Twitter Facebook Youtube
Home » Especial » Alan do Rap: "Aos meus inimigos eu deixo a paz"

Alan do Rap: "Aos meus inimigos eu deixo a paz"

“Vi ontem um bicho. Na imundície do pátio. Catando comida entre os detritos.” Manuel Bandeira

 

Esse bicho a qual o poeta se refere era nada mais que o bicho Homem. Vivemos em um sociedade cada dia mais competidora, capitalista, individualista e selvagem. Poucos se importam com o humanismo, o direito do outro. O que importa é o poder. Na sexta-feira, como já relatei neste blog, ocorreu uma chacina na Av. Jorge Amado. 4 corpos foram encontrados. Muitos não devem ter se importado por serem denominados de mendigos, mas o que é mendigos? Um indivíduo de carência material que não consegue garantir sua sobrevivência com meios próprio? Bem, a sociedade o vê como um animal menos digno do que os cachorros. Um ser que se perder a vida é menos uma sujeira na calçada.

Parece perverso o que digo, mas perverso mesmo é o que fazem com esses seres humanos que vivem a margem da sociedade por falta de oportunidade. As drogas tem um pouco a ver com alguns, mas para chegar nas drogas também existiu razões a serem debatidas. No entanto, não estou aqui para discutir como se chega a ser e o que é ser um mendigo, estou aqui para pontuar que os 4 corpos encontrados eram 4 seres humanos, com desejos, sonhos, emoções como qualquer outro ser humano e um deles, um jovem conhecido: Alan do Rap

O morador de rua Alan do Rap, nasceu em Canavieiras, interior da Bahia. Artista que teve seu trabalho divulgado através do vídeo dirigido por Diego Lisboa no último festival de cinema de cinco minutos em Salvador.

Já cantou em palcos com: Alpha Blondy, Mano Brown e Os Racionais. Atualmente o seu corpo encontra-se no IML impossibilitado de ser enterrado, pois é necessário que um familiar reconheça o corpo para este ser liberado e não ser enterrado como indigente. Alan no vídeo do cineasta Diego Lisboa disse “que um dia eu venha retribuir com lagrimas de felicidades, a eles me verem num palco, a eles me verem numa TV, não como marginal, não num destaque de… como marginal… mas sim como destaque como um bom artista…” Esse era um desejo do músico, no entanto a última representação na mídia foi como um mero mendigo morto numa chacina durante a greve dos PM´s da Bahia.

Mas certamente, está não será a última exposição da imagem do músico, seu sonho caminha em direção a um filme, pois a produtora Cavalo do Cão acompanhou a trajetória de sucessos e derrotas do Alan durante 9 anos e logo em breve ira apresentar um longa contando a história dele, como informou o diretor Diego Lisboa em sua pagina de facebook.

“Queria eu está ai com vcs agora, bebendo um bom vinho, tocando violão, fumando meu cigarrinho, né? Dando muita gargalhada a luz da lua, mas infelizmente eu to aqui num porão, tudo escuro, só grade…” Alan

Em seu corpo um recado provando ser um humano de sensibilidade: “Aos meus inimigos eu deixo a PAZ”

 

Texto: Roberta Couto

Fonte: correionago

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

OUTROS COMENTÁRIOS (11)

  1. BrancoUbatubaSP disse:

    Salve ao Grupo "Apologia Sonora" Mais uma peça importante no Rap nacional..

  2. samoa gonçalves disse:

    Olá, bom dia, sou a irmã mais nova do Alan do Rap, e gostaria de agradecer a todos pelas homenagens prestadas…

    Que Deus abençoe vocês!!!

    • nilson disse:

      eu hoje foi ao enterro de meu primo alan do Repp. foi momento de muita tristeza minha tia tezinha prima soraia primo geozinho valcy. irmã vaval mãe linete e parentes e amigos. produtores de video de alan. há todos amigos e adimiradores de alan do Repp

  3. helmo de salvador disse:

    isso e lamentavel…
    alguem achou os culpados?

  4. cassia disse:

    cara! estou muito comovida com a historia dele, bem pois onde eu moro tem muitos mendingos e acho tudo oque ele disse foi a pura verdade.eles sao seres humanos que tentao a ganhar uma oportunidade na vida .mais ninguem veêm eles como seres humanos.eu trabalho aqui em vitoria onde eu convivi com os mendingos ,converssava muito com eles. um deles ate queria ir morar comigo dizia que nao saia desta vida pq nao teria nehuma casa pra morar. entao resumindo tudo gente! eles tb sao seres humanos e nos devemo te_lo respeitos a eles e nao julgarem.pq eles estao lutando pela sobrevivencia. este menino poderia ser um alguem na vida se estivessem dado valor a eles. se alguem estivesse olhado pra ele ,nao pra descrimina_lo mais.. para que ele fosse um artista de amanha e sair desta vida a qual levou ele para o buraco. beijos a todos .meus pessames meu cunhado jeovà. cassia beatriz

  5. Cláudio Pinto Sousa disse:

    Tô aqui só no imporovizo/pra muitos ALAN do RAP era perigo/pra min+ que aliado era amigo/se vc gosta de ser respeitado/respeite o ser humano que é lindo de espirito.ALAN sua missão na terra não vai ser envão,é nóis por nóis.

  6. Alexandre disse:

    Se todos ja o conhecia,pq ão deram uma casa pra ele morar?

  7. ●๋•váltểŕlểý●๋• disse:

    Se quase todo mundo aqui o conhecia ou era parente dele pq vc's não o ajudaram ?

  8. anonimo disse:

    porque ele não quis ser ajudado.

  9. Ariadyne disse:

    Muito bonita a homenagem!!! Infelizmente o caminho por ele escolhido, não foi o mas sábio, Alan tinha 4 irmãos que foi criado e educado com a mesma dificuldade e carinho,hoje os quatro constituíram família e conquistaram seu lugar ao sol com muito esforço e trabalho!
    Somos autor de nossa própria historia, ninguém tem o poder de mudar o roteiro sem nosso consentimento!
    Pelo visto amigos e parentes tetaram mudar o roteiro da vida de Alan,mais o mesmo não permitiu!

    Descansa em Paz cunhado!

  10. MANO disse:

    de nada vale apontar culpados, deixemos a o julgamento e a justiça com Deus certo ?
    a questão é :
    quantos mais terão que morrer para que NÓIS faça algo ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print