Twitter Facebook Youtube
Home » Especial » Atletas internacionais e rappers brasileiros se unem contra o Racismo

Atletas internacionais e rappers brasileiros se unem contra o Racismo

Música “Suor não tem cor” foi lançada nesta segunda-feira (09). Edi Rock, Ice Blue, RZO, Maurício DTS, DBS, Gregory, Realidade Cruel, Crônica Mendes, Don Pixote, Túlio Deck, Pulse 011, All Star Brasil, Luiza Chao, Dj Cuca, Terra Preta, Calado, são alguns dos 21 artistas que participaram da campanha “Suor Não tem Cor” realizada pela Puma em parceria com a Bagua Records

Nos últimos anos o futebol mundial tem presenciado inúmeros casos de racismo e intolerância dentro dos campos. Às vésperas do maior evento de futebol do mundo, a PUMA, marca alemã global de artigos esportivos, e a Bagua Records se uniram para transmitir em forma de música uma mensagem de combate ao racismo.

A parceria reuniu 21 músicos renomados do rap nacional que compuseram uma canção que exalta a causa e retrata as dificuldades encontras pelos atletas que sofrem esse tipo de preconceito. Atletas internacionais de destaque como o atacante da Seleção Italiana Mario Balotelli e Yaya Toure, volante da Costa do Marfim, também deixaram sua mensagem de apoio no videoclipe da canção. Ambos já foram vítimas de ofensas racistas em campos de futebol.

Para o presidente da PUMA no Brasil, Roberto Goldminc, os constantes casos de racismo no futebol internacional e o poder da música motivou a parceria com a produtora. “Encontramos um parceiro ideal que pudesse transmitir essa mensagem contra o racismo de uma forma tão didática e marcante que é a música e que sempre esteve engajada nesse tema por meio de seus rappers. O esporte e a música sempre caminharam juntos e por meio dela precisamos convocar o mundo nessa causa que é de todos nós”, explicou.

A reunião de astros do rap brasileiro foi realizada pela Bagua Records, gravadora responsável por lançar e gerenciar diversos artistas do segmento. “Essa música é uma forma de dizermos um basta a todo tipo de preconceito dentro e fora dos gramados, vivenciados por atletas profissionais e amadores de todo o mundo. Não podemos mais tolerar ações racistas não só no esporte mas principalmente em toda sociedade”, afirma Jairo Andrade, presidente da Bagua Records.

Entre os cantores participantes estão: Edi Rock e Ice Blue, dois dos quatro líderes do Racionais MC´s; Dj. Cuca, único DJ brasileiro a ficar entre os 10 melhores DJ´s de rap do mundo; Tulio Dek, autor de diversas trilhas sonoras de novelas; DBS, revelação do rap nacional; Ndee Naldinho; Maurício DTS do grupo Detentos do RAP; Gregory, e Toddy, um dos maiores vídeo makers do Brasil.

A ação incluiu também a gravação de um vídeo clipe com rappers e atletas. As filmagens foram realizadas no tradicional estádio do Juventus, na rua Javari em São Paulo e no estádio do Grêmio Osasco, e reuniu artistas e crianças. Os atletas internacionais e nacionais da PUMA também deixaram seus depoimentos. Entre eles estão: Mario Balotelli, Yaya Toure, Gilberto Silva, Neílton e Marta. Outras informações do projeto podem ser encontradas no site: http://www.suornaotemcor.com.br

O público também poderá se unir a causa e deixar sua mensagem contra o racismo no hotsite exclusivo da campanha. Neles os internautas poderão compartilhar vídeos, fotos da campanha utilizando as hashtags #suornaotemcor e #weareallthesame, além de ter acesso a todo material da campanha.

A iniciativa da campanha é resultada da parceria da PUMA, marca alemã global de artigos esportivos, com a Bagua Records. O conteúdo digital é de autoria da Peppery Comunic.

Sobre a PUMA®

A PUMA é uma das empresas líderes em marcas esportivas, que projeta, desenvolve, e comercializa calçados, roupas e acessórios. Por mais de 65 anos, a PUMA construiu uma história de desenvolvimento de produtos para os atletas mais rápidos do planeta. Entre as suas categorias de Sport Performance e Lifestyle estão Futebol, Running, Training e Fitness, Golf e Automobilismo. A marca ainda apresenta colaborações com marcas de renome e designers como Alexander McQueen, Yasuhiro Mihara e Sergio Rossi para trazer inovação e designs rápidos para o mundo esportivo. O Grupo PUMA possui as marcas PUMA, Cobra Golf, Treton, Dobotex e Brandon. A empresa distribui produtos para mais de 120 países, emprega mais de 10 mil funcionários em todo mundo, e com sede em Herzogenaurach/Alemanha. Para mais informações, visite www.puma.com

 

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

OUTROS COMENTÁRIOS (29)

  1. AINDA FALANDO EM PATAMAR ELEVADO DO RAP, SE LIGUEM SÓ QUE BANG LOKO!!!!!!

  2. Junior Pepe disse:

    COMERCIAL DA PUMA!!!

  3. J'Mar Markão disse:

    nossa (Tulio Deck) trilha sonora de novela kkkkkkkkk qMerda!!!!

  4. Sergio Souza disse:

    som loko isso que peso o suor nao tem cor somos iguais

  5. Belo trabalho! O Rap fazendo sua parte contra o racismo. Tem muito mais a se fazer, porém esse vídeo clip mostra que podemos unir vários manos e manas e prol da nossa maior luta: O RACISMO!

  6. Richely Fernando disse:

    Sem palavras para esse rap nacional mostro mesmo

  7. não acho que seja comercial da PUMA, prá mim tá é somando com a nossa cultura, melhor eles fechar com a gente do que com o Pankadão.

  8. Duque R Carlos o foda é que sempre tem e vem a parte negativista, de uns manos insatisfeito com tudo sem satisfazer nada, mas quem é de verdade compreendeu perfeitamente a msn

  9. é isso mesmo vídeo o suor não tem cor.

  10. Junior Pepe disse:

    Diogo Fernando de Deus A mensagem de comprar os pano da puma… Essa eu entendi perfeitamente…kkk

  11. Junior Pepe ISSO MOSTRA QUE VC TEM NOÇÃO.

  12. Junior Pepe disse:

    Diogo Fernando de Deus Mano sinceramente, quer ser contra o racismo?? não fale dele… Até porque é algo implantado… Voce se acha inferior por se preto??? eu sou preto e não me acho, e tbm não me acho melhor.. Isso é simplesmente oportunismo dessas grandes empresas, usaram o rap, pq tem a ver com o tema, se for qualquer outro tema, eles pagam outro grupo de pessoas de outro genero e colocam a marca deles tbm… O rap nunca precisou de midia ou grandes empresas para alcançar os oprimidos. Essa é a minha opinião!

  13. td bem mano, Junior Pepe vc não está errado, mas o que é pior??? comprar PUMA que sempre lançou roupas de estilo das ruas no mundo inteiro??? ou comprar Okley que é marca de Funkeiro??? aliás…..qual marca vc acha que é a certa para os MC'S fechar um patrocíno??? mas me diz uma marca que tenha estrutura mesmo prá bancar essa cultura de rua que é imensa.

  14. Rap Raízes disse:

    MANO, A LUTA DO RAP EM BUSCA DE PASSAR UMA MENSAGEM, PRA PERIFERIA, E AQUI NESSE CASO, PRA HUMANIDADE, É DIGNA… FALAR QUE ESTÃO FAZENDO PROPAGANDA PARA A ''PUMA'' É HIPOCRISIA MANO, ISSO SIM…O DETENTOS DO RAP VESTE ''1 DA SUL'', O REALIDADE CRUEL: ''RAP POWER'', VARIOS CARA USA: NIKE, ADIDAS…AGORA, OS MANO TEM UM APOIO PRA DIVULGAR A CAUSA, NO CASO DA PULMA, E OS ''FINADO'' JA DIZEM Q É MARKETING? PELO AMOR NÉ. A CAUSA VAI ALÉM DE MARCA MEUS PARCEIRO…OUÇAM A LETRA SOMENTE E ME DIGAM SE VOCES OUVEM ALGUEM FALAR DE MARCA, PULMA OU ALGO ASSIM? MUITA PAZ A TODOS

  15. acho que o mano Rap Raízes já respondeu o Junior Pepe.

  16. Neto Nunes disse:

    ESSA COISA DE ''MARCA'', NA VERDADE É UMA INCÓGNITA, POIS, SEMPRE EXISTIU MARCAS AOS REDORES DO MUNDO, E SEMPRE QUE UMA É RELACIONADA AO HIP HOP É AI QUE VEM O PROBLEMA: É MODINHA, TA PAGANDO…TODO O MUNDO USUFRUI DE MARCAS, NO RAP, EM SHOWS TEM MANOS QUE VESTEM DESDE OAKLEY, À XXL, EU DUVIDO, QUEM NUNCA USOU NIKE, PULMA, ADIDAS, OAKLEY, E NEM POR ISSO, DEIXOU DE SER O QUE É…SE CRITICAM UMA, ENGRANDECEM OUTRA, ESSA É A VERDADE

  17. Junior Pepe disse:

    Rap Raízes Então porque fazer questão de mostrar a marca??? Já que é pela causa??? Mano entenda uma coisa, essas empresas só visam o lucro, e boa parte dessa galera do clipe, já tá nessa pegada. Tulio dek faz trilha de novela da globo, já é até ator da mesma, Terra preta fez musica pra annita. Edi rock já tá com os pés na globo. E se essa galera como o Douglas, o Mauricio (que sempre escreveram letras contundentes), pensarei assim, vão estar na mesma desses caras, vão visar lucrar com venda de discos, e daqui a pouco tão em novela da globo tbm…

  18. Rodrigo R-Jay disse:

    Quero ver até quando esses caras vão ficar de palhaçada, Vivia chorando pedindo espaço pra cultura, agora que tem, ficam falando merda, que é comercial e tal.. Quem pensa pequeno vai passar o resto da vida na merda mesmo.

  19. Junior Pepe me diz então o que é melhor pro Rap ou a Cultura Hip Hop??? por que se a gente continuar a recusar empresas por ser ou não multinacionais, recusar de pisar naquela ou essa emissora de TV, vamos ficar igual era a mais de 20 anos atrás, comendo migalhas e não sendo reconhecidos como músicos, hoje o cenário é bem diferente e tem mais, prá vc pode até parecer errado o Edy Rock ter ido lá na Globo 2 vezes, mas só que prá quem mora lá onde Judas perdeu as botas foi excelente, pois quem não conhecia o Trampo do mano passou a conhecer e saber que além do que a mídia de massa mostra, existe uma Cultura mais real e sólida, e pode ser o ponta pé inicial pro cara lá onde a informação não chega, começar a ter curiosidade e querer conhecer mais sobre Rap, entendeu??? as vezes em certos momentos, vale a pena dá a cara a tapa.

  20. Junior Pepe disse:

    Neto Nunes E aonde voce viu um comentário meu contra alguma marca??? Eu estou o falando do video em si.

  21. Junior Pepe disse:

    Duque R Carlos Não existe solução, porque não existe problema. O rap original foi o que iniciou e não precisa mexer, só basta ser o que é. Se misturar deixa de ser rap.

  22. Junior Pepe e qual é o Rap Original prá vc??? original vem da palavra origem e vc sabe qual é a origem do Rap Brasileiro, onde e como começou???

  23. Junior Pepe disse:

    Duque R Carlos Eu cresci escutando rap, e o que eu escutava, me agrada e sempre me agradou, porque tem a ver com a minha realidade, e o que eu vejo na televisão e nas propagandas, não representa a minha vida. O rap americano iniciou dessa forma, e os rappers na época começaram a sofrer perseguição. Então o que o sistema fez?? comprou o rap. Hoje a maior parte dos rappers americanos não cantam algo que preste é só ostentação, mulheres, carros, fama e etc. Agora se voce acha que o rap tem que ser mudado ou até mesmo como vejo alguns dizerem "revolucionado", e ficar como o funk atualmente no Brasil, ai sim voce tem total razão.

  24. Junior Pepe não precisa mudar o Rap mano, e lá nos EUA não tem só Rap Modinha como vc acha, lá tambem tem inúmeros grupos que rimam vários outros temas, mas que só passam na mídia televisiva do País, a diferença é que lá, independente do estilo é td uma fita só, eu conheço um mano que mora aqui na quebrada e é Americano lá do Brooklin e ele mesmo me disse essa fita, só aqui no Brasil que não tem União, ele disse que aqui prá gente ter crescimento como Cultura, precisamos parar de perder tempo criticando um o estilo do outro e todos gravando com todos, pois foi assim que eles conseguiram se fortalecer cada vez mais e conseguiram passar o Country que é como o sertanejo aqui.

  25. Junior Pepe disse:

    Duque R Carlos Tá certo. Voce tem a sua opinião e eu a minha, eu não vou te convencer, e nem voce a mim. Vamos esperar e ver no que vai dar, se voce acha que não é ruim, beleza. Agora, penso o seguinte, fizeram isso com todos os generos no Brasil.

  26. Junior Pepe suave irmão, eu tambem concordo que tem vários MC's que saó querem dinheiro e não lutam por nada, mas enquanto existirem MC's e manos concientes como vc o Rap nunca vai virar modinha, é essa diferencia do Hip Hop manos contudentes aos montes e outros com a diversidade tambem tem que ter manos com o seu pensamento mesmo e que defenda a sua posição, é isso mesmo.

  27. Junior Pepe disse:

    Duque R Carlos Btf, a nossa luta não é contra nós mesmos, concordo com o seu ponto de vista de nos unirmos, essa é a real. Mas temos que nos unir contra o opressor.

  28. Junior Pepe sempre, cada um com o seu ponto de vista mas sem desrespeitar um aos outros, não é obrigado um gostar do estilo mas temos que ter tolerancia, tolerar uns aos outros e não ter essa tolerancia com os vermes que não passam nada para o nosso povo e só ensina o negativo para as nossas crianças vc tá ligado de tipo de som que eu tô falando né guerreiro rsrs….

  29. Junior Pepe disse:

    Duque R Carlos verdade… Salve

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print