Twitter Facebook Youtube
Home » Especial » Cartel Mc’s lança videoclipe “St Amaro”

Cartel Mc’s lança videoclipe “St Amaro”

Formado por Ber MC, Delarima, Mc Funkero, Darryu, DJ Erik e Daniel Sydens, o grupo do Rio de Janeiro, Cartel Mc’s acaba de lançar o videoclipe da música “St Amaro”.

A faixa faz parte do aguardado álbum intitulado “Sin City”, que será lançado ainda neste ano.

A direção do clipe ficou por conta de Daniel Gurjão, da Enraíze Filmes.

Assista, comente e compartilhe!

Abaixo você confere a letra da música:
[Darryu]
Subo qualquer ladeira só pra fazer uns free
Santo amaro eu to ali, moto táxi pra subir
Subindo a colina, descendo a ladeira
Quando chegar, ver o bonde passar
(Shh) Disciplina
Não to na pista a toa, e não jogo pra perder
Desce mais um destilado e deixa as dama se envolver
Só pelo olhar, já sei quem tá comigo
Eu vou lá pro 7-15 pra brindar com meus amigos
VeaGá, JB, tão junto na função
Se tiver briga de gangue tão fudido na minha mão
E que criminais são vocês? 33, 157?
Não gostou, faz na mão, tira o bumbo e o clap
Cotidiano violento, inconfundível na mira dos cana levando geral
Enquanto bacana passa batido da vida e reclama eu passo é mal
Mas insisto, persisto e invisto no foco
A vida não para no tempo por isso eu não fico perdido no ócio
Eu não passo despercebido eu finto, tipo Garrincha e seu drible
Tem carro, tem moto, tem arma de grosso calibre
Nas favelas existem sonhos perdidos entre as vielas
Enquanto o rap pulsa no sangue o flow perdido em minhas artérias
Um beat clássico, um haxa
Rolé no morrão de marola, vento na cara, duas na garupa
Os verme bolava
Antes de entrar no ringue sinta o timbre
E peço o meu último drink
Meus kilo não da nada
A inspetora disfarçada chupa bem e é mamada
Adora uma parada, a viatura camuflada
Ainda ronda minha quebrada
Gavea, JB, meu lazer e minha morada

[Funkero]
Pelas vielas Jardim Catarinão, rua de chão, lembro bem
Treinando mira com oitão num mundo cão, não confiava em ninguém
Fui criado desse jeito, no meio do faroeste
Onde revólver traz respeito, nunca soube brigar
Não tive pai pra chorar
Fiquei ruim, virei homem
Aprendi a atirar
Dançando valsa com a morte, no meio do tiroteio
Armado pelas esquinas, de olho na veraneio
Nasci no meio da guerra, fui criado no fronte
Onibus de galera atravessando a ponte
Revolta, ódio, violência conhecidas do berço
O crime cobra seu preço, e ele é alto demais
Varios crias morreram jovem, que descansem em paz
Eu olho pra trás, não vejo ninguém
Que porra é essa, sera que eu vou tambem?
Enquanto o dia não vem; Amém

[Ber]
Das esquinas da Real, lifestyle marginal
Botafogo mucho loko, eu respiro o undergrau
E não vou pelo degrau, pulo a escadaria
Esses buchas passam mal porque meu bonde é rataria
Passa nada moral você conquista
É tudo espiritual, e eles nunca vão ser pista
É questão de ensinamento e tudo que vc aprende
Toma tapa até do vento uma hora ele se rende
97 era o Xarpi, Zona Sul “rrobi nofi”
E nas porradas de galera eu não corri
Fui juntado e não morri
To aqui sou mais um sobrevivente
Quando a vida te agride é que então você se entende
Baile Funk na Pereira e no Chapeú
Tempo bom, viva o bonde da Miguel
A saudade é cruel, Vioflá quanta falta você faz
Eu queria poder voltar mas nesse plano nunca mais
As lembrança e as madruga no Texaco
Várias tardes na Centaurus
4 kilos de skunk entocado
Uma hora o meu mundo ia ruir, mas o rap interveio
E ali no meio eu não caí, evolui
Como homem e MC e não faço cerimônia
Boto flow de vagabundo queimando a babilônia
Troco o pente em 1 segundo,vários dias de insônia
Se tu sabe o mal do mundo vê se não passa vergonha
Atitude quem diz, num fode aprendiz
Cartel é raiz, vida meretriz
Até o inferno vou sangrar nos meus versos
É o rap quem diz

[Delarima]
Onde eu cresci sujeito homem faz na mão
Se for verme ou covarde vagabundo vem de oitão
Rivierva só irmão, de 85 a 97
Nos bailes de corredor a rraBa vinha de
Jab, uppercut, direto de direita e levava pro chão
Bonde relíquia da disposição
Na virada do milênio;
BX, Boisfort Ixelles, ca-gil-Bél, Jeremy Royar Fiel
Scharbeeck 155 157
Os amigos do Magrebe no rroca só Rap
Fraco magreban depois do ramadã
Ssãomi em Rotherdam
2003 – Caí lá pra çaFran
18eme, distrito de bandido
Porte de Clignacourt, se der mole ta fudido
Place de clicy, jogatina, heroína
Double X, Saint Blaise
Cofitrá, adrenalina
Si Si, Repose en paix Billy
Papo Reto e Elias, mes potos mes amis
Pela segunda vez, de volta no doLi
Já com 26, eu e meus R.A.Ps
Somos Reis
Terceiro albúm sai daqui
Cartel é tarja preta vocês vão ter que engolir

[Darryu]
Ela me pede pra ficar
E acende o verde
Ela só fuma o do bom e pede pra eu me cuidar
Sabendo que não vou voltar

Cartel MCs – Sin City

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

OUTROS COMENTÁRIOS (2)

  1. Danilo DS disse:

    Da hora, RJ tbm representa o Rap!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print