Twitter Facebook Youtube
Home » Noticias » Cine Rap faz homenagem ao diretor do primeiro videoclipe de rap do ES

Cine Rap faz homenagem ao diretor do primeiro videoclipe de rap do ES

Na noite desse sábado (14) as telas do Cine Metrópolis exibiram um pouco da vivência de muitos jovens de periferia da Grande Vitória num evento que misturou música e cinema, a 2ª Mostra Cine Rap. Durante mais de duas horas, um público de cerca de 200 pessoas viu serem projetados 15 videoclipes de 13 diretores que capturaram parte da realidade de membros da cultura hip-hop e transformaram em vídeos com a estética e ritmo do rap.

A produção “Olhos Abertos”, dirigida por Bruno Cabús, abriu as exibições com a trilha sonora de Sammuca 05. O vídeo de 2011 acompanhou as gravações da canção do rapper canela-verde. Na sequência, o espectador conferiu a estreia audiovisual do Suspeitos na Mira, um dos grupos de rap mais antigos do Estado. “O Bandido da Música” mostra as ruas de Vitória sob a estética da noite, com imagens saturadas em um leve amarelado, dando um tom sujo para as cenas de tráfico de drogas e batidas policiais retratadas em pouco mais de três minutos de duração do vídeo.

unnamed (1)

No mesmo bloco, o clipe “Amanhã Vai Ser Maior” reforçou o tom documental do que foi exibido no evento. O diretor Renato Felipe conseguiu capturar imagens da passeata dos cem mil, ocorrida em 20 de julho deste ano. O espectador sentiu na pele como foi participar do protesto por meio da interação do rapper Bocaum num cenário real.

Muitas das imagens projetadas receberam na edição filtros em tons amarelados, cinzas e preto e branco. Mas o colorido também tomou conta da tela por meio da alegria das crianças que participaram das filmagens de “Cariacica Vista Por Você”, de Leandro Rapman, que emocionou a todos. As cores ainda soltaram aos olhos sob a direção de Rafael Nick no clipe “Diz Pra Mim”, realizado a partir de uma música de Aliado Jota, artista que abriu as apresentações musicais ao vivo do evento.

unnamed (3)

Homenagem e premiação

A última sexta-feira (13) é um marco para o videomaker Jean R e para a cultura hip-hop desenvolvida no Espírito Santo. Nessa data, fez dez anos que, numa cerimônia realizada no Teatro Glória, no Centro de Vitória, o diretor recebia o prêmio de Melhor Vídeo Clipe do 10° Vitória Cine Vídeo pela produção intitulada “O Mendigo”, realizada a partir de um single do rapper Renegrado Jorge.

A organização da Mostra Cine Rap fez questão de aproveitar a reunião de pessoas que pensam a cultura hip-hop por meio da produção audiovisual para homenagear Jean R pelo seu pioneirismo por, em 2003, ter dirigido o primeiro videoclipe capixaba de rap.

Entre a exibição dos vídeos, o público ainda conferiu shows do grupo de rap Conceito Periférico e dos rappers MC Jack da Rua e Negro Bóris. Os presentes no Cine Rap escolheram a produção que recebeu o troféu Panela Audiovisual e o prêmio de 500 reais em dinheiro.

unnamed (2)

Os 100 primeiros que chegaram ao Cine Metrópolis receberam cédulas de votação, por onde indicaram seu vídeo favorito. 84 cédulas foram contabilizadas na urna e 80 votos foram classificados como válidos. Após uma contabilização acirrada, “Real Sonho”, vídeo musicado do grupo Fora do Padrão e de autoria de Judeu MarcUm, ganhou a mostra competitiva com a maioria dos votos.

Lançamentos

Na programação da mostra também contou com o lançamento de dois videoclipes: “Igual à Vida”, dirigido por Bertz; e “Ritmo e Poesia”, segunda produção audiovisual do Conceito Periférico, de Luiz Eduardo Neves.

O evento, patrocinado pela Secretaria de Cultura do Estado do Espírito Santo, foi vencedor do Edital nº 41/2013, que selecionou projetos de valorização da cultura hip-hop no Estado. Confira abaixo todos os vídeos exibidos durante o evento:

  • Olhos Abertos, de Bruno Cabus, artista: Sammuca 05, 4’45”, 2011;
  • O Bandido da Música, de Diego Capeletti e Luciano Adriano, artista: Suspeitos na Mira, 3’14”, 2012;
  • Vida nas Ruas, de Judeu MarcUm, artista: Sammuca 05, 3’11”, 2012;
  • Infância Destruída, de Judeu MarcUm, artista: Engatilhados na Rima, 3’17”, 2012;
  • O Jogador, de Rodrigo Pysi, artista: MC Bocaum, 3’26, 2013;
  • Diz Pra Mim, de Rafael Nick, artista: Aliado Jota, 3’23”, 2013;
  • Fatos Ocorridos, de Chock, artista: MC Chock, 2’06”, 2013;
  • Por Aí, de Negro Boris, artista: Negro Boris, 4’08”, 2013;
  • Atividade, de Tavinho, artista: Tavinho MC, 3’07”, 2013;
  • L.E.K.Ã.O., de Antônio César Dutra, artista: Lekão MC, 2’59”, 2013;
  • Amanhã Vai Ser Maior, de Renato Felipe, artista: Bocaum MC e DJ Ld Fli, 3’32”, 2013;
  • Cariacica Vista Por Você, de Leandro Rapman, artista: Associação Amor e Vida e Rapman, 3’43”, 2013;
  • Real Sonho, de Judeu MarcUm, artista: Fora do Padrão, 3’, 2013;
  • Igual à Vida, de Bertz, artista: MC Jack da Rua, 4’20, 2013 – lançamento;
  • Ritmo e Poesia, de Luiz Eduardo Neves, artista: Conceito Periférico, 3’20”, 2013 – pré-lançamento
Saiba mais em www.cinerap.com.br
.
Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print