Twitter Facebook Youtube
Home » Especial » Cobertura da "Marcha contra o Racismo" essa luta É NOSSA

Cobertura da "Marcha contra o Racismo" essa luta É NOSSA

Na tarde de sábado (11) aconteceu em São Paulo a “Marcha contra o Racismo e contra a higienização sócio-racial e criminalização da pobreza”.

A concentração  foi na praça santa Cecília região central e seguiu em caminhada pelas ruas de Higienópolis um dos bairros mais elitizados da cidade.  A manifestação  reuniu cerca de 500 pessoas, e 27 movimentos e entidades sociais.

Durante o trajeto foram gritadas palavras de ordem contra o racismo e contra a opressão do Estado para com a população negra e pobre.

Inúmeros casos recentes de racismo e opressão foram citados  como o incêndio da favela do Moinho, a da estagiaria Ester Elisa da Silva Cesário, que recebeu ordem de que alisasse o cabelo para permanecer em seu estágio, em uma instituição de ensino.

O caso do menino etíope de seis anos expulso de um restaurante em São Paulo, o estudante da (USP) Nicolas Barretos agredido, sem motivo  por um policial militar dentro do campus, a ação desastrosa na Cracolândia e o massacre do Pinheirinho.

E o povo seguiu pelas ruas do bairro burguês , expondo toda a sua indignação e deixando claro que não irá mais tolerar o racismo  e nem  a violência do Estado e de seus órgãos repressivos.

A marcha teve seu ponto principal quando entrou e ocupou o shopping Higienópolis simbolo do capitalismo, luxo, lugar freqüentado somente pela burguesia paulista.

Os seguranças tentaram impedir , mas em vão, o povo negro, pobre e lutador entrou dentro do espaço burguês ,  algumas lojas fecharam as portas, já que eles não estão acostumados a ver tantos negros juntos dentro daquele lugar, onde negro só entra como empregado e calado.

Aos poucos a marcha ocupou os andares do shopping e o ato público contra o racismo continuou , palavras de ordem, falas de representantes de movimentos. Cantos a zumbi, a palmares fizeram eco, o povo de mãos dadas, homens, mulheres, negros, brancos, punk, manos do rap  povo de luta e coragem.

Por volta as 17:30 a marcha saiu do shopping da mesma forma que entrou com palavras de ordem, levando suas bandeiras , com a cabeça erguida de quem sabe a importância do ato realizado.

Essa tarde histórica na luta contra o racismo, na luta contra a opressão   não é o fim pelo contrario muitos outros atos acontecerão até que a população negra e pobre seja respeitada e tratada com dignidade nesse país.

“Continuaremos na rua em luta , lembre-se a revolução não será televisionada a revolução  se faz nas ruas”

O dia em que o povo tiver consciência de sua força e for para as ruas, todos juntos negros, brancos, imigrantes, homossexuais e lutarmos por justiça , por igualdade, então o sistema vai cair aos nossos pés.

 

Confira vídeos da Marcha

 

 

Rap Nacional vamos se ligar…

Na marcha haviam alguns manos e minas do rap, mas a participação do público do rap nacional em manifestações de rua de extrema importância como esta, ainda é muito pouca.

Não basta tatuar o nome do grupo na pele, ir aos shows, vestir a camiseta , a luta é diária e deve ir além dos palcos e além das festas.

Somo o rap nacional a música negra, ritmo e poesia dos guetos precisamos nos mobilizar mais, nos posicionar politicamente na luta, em uma marcha contra o racismo onde está o rap nacional?

Essa luta é nossa  ou não é ?

Vamos refletir…

 

Fotos da Marcha


 

 

 


 

Texto  e Vídeos : Paula Farias

Fotos: M19

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

OUTROS COMENTÁRIOS (18)

  1. Essa luta é nossa..
    esses gringos fdp´s não respeitam e nunca nos respeitaram só fingem..
    Força pra noIz bela iniciativa e q venham mais e mais,.!

    Governo capitalista Filha da puta.!! (realidade cruel)

  2. rogerio disse:

    marchas como essas tem que se espalhar por todo brasil.passou da hora do nosso povo desligar a televisão e tomar as ruas.

  3. @mundo_black disse:

    Eu estava lá, e foi muito bom saber que estamos vivos, e o movimentos negro esta se organizando e crescendo cada vez mais. Porem se fosse em um show dos Racionais, teria muito mais gente. Se o movimento Hip-Hop se unir com esses movimentos populares, ficaremos cada vez mais forte. Temos que praticar as letras "coniêntes de rap" , indo para as ruas lutar a favor dos nossos direitos. Não seja mais um calado e coitado, vamos para as ruas. Se liga que terá mais amnifestações.

  4. Que o Rap volte a ser ISSO!

    Chega de rappers pasteurizados como Emicida, Projota e etc.

    Luta rapaziada!

  5. fbo disse:

    eh isso mermo salve da paraiba

  6. MANO disse:

    porra mano, cade o nosso movimento aee ?
    cade eu aee nessa porra !
    eu quero colaborar mais com o movimento HIP HOP
    maiis ee aee , vamos começar a penssar no que fazer
    ache um tempo livre, pequenas ações também podem ter grandes rezutados
    mas mantenhamos o foco nas maiores sim ?

  7. não deu pra comparecer.

  8. Aliado Thon disse:

    vamos só tomar cuidado com manifestações de 4 em 4 anos…com manobras nas bases para chegar no coificiente que ELES necessitam…AVANTE HIP-HOPOLITIZANDO!, MAS MUITO CUIDADO…PARA NÃO SERMOS USADOS…!
    REVOLUÇÃO ATRAVÉS DO POVÃO…ISSO É R.A.P.
    ALIADO THON
    SÓ + 1 ELEMENTO!

  9. Vato Cdr disse:

    Otimo essas mobilizações mais cade a rapa q se diz do hip hop:? aqueles que lotam shows e td pow não somos mais de 500 mil manos? sera q esse pessoal ai q se diz do rap so quer cantar os sons tatuar as frases e gritar é nois na fita mano mais em um protesto vão poucos lamentavél ,mais frmza …. toda mobilização é valida… #013

    • Aliado Thon disse:

      salveeeeeee…vato tenho certeza que os poucos que apareceram não estão na atividade de shows…somos milhares espalhados pelo pais só pra ser local…estamos com quase trinta anos de cultura e ainda patinamos na falta de COMPROMISSO…em varios fatores sejam eles protesto, profissional, social… enfim…que os poucos VERDADEIROS REVOLUCIONARIOS DO BRASIL ACORDEM "FOGOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!"

  10. Isso aí Paula essa luta é nossa!!! Todas as lutas em prol do povo são nossas, e o RAP independente do rótulo que receba tem a OBRIGAÇÃO de participar, infelizmente vejo por parte de vários manos e minas muita demagogia.Reclamar e compartilhar coisas pela internet é muito cômodo porém pouco eficaz, de nada adianta rimas críticas se você não faz jus a elas com ATITUDES, e apesar de shows beneficentes serem algo muito positivo para se fazer ainda é pouco, devemos nos manifestar SEMPRE!!! Inclusive como cidadãos comuns não somente como MC'S esperando aplausos de um público!!! ACORDA HIP HOP É HORA DE AGIR!!! Muito respeito aos Rapers que participam ativamente dessas lutas por todo o Brasil Paula Farias, M19, Liberdade e Revolução, Ktarse, Aborígene, Veneno H2, Gíria vermelha entre tantos outros!

    Resistência Latina
    *Campinas-SP

  11. leandro disse:

    cade a elite negra?(atores,cantores e jogadores que ganham milhões) eles precisam patrocinar e participar dessas iniciativas,vamos bater na porta desses filhos da p*ta e cobrar postura e integração deles,antes de cobrar os branquelos do c*ralho.

    500 negros no shopping Higienóplis não representa nada

    500 negros na porta de um negro (jogador/cantor),cobrando patrocínio e proatividade faz um barulho considerável.

    nós negros temos que resolver os problemas que nós temos com nós mesmos negros,depois partiremos pra outros embate.

    nós não temos representatividade politica ( e os políticos negros que temos eleitos hoje é de chorar).
    não temos influencia
    não temos dinheiro (salvo a elite negra)
    não temos estudo
    não nos conhecemos.

  12. Clayton Senziani disse:

    engraçado, isso eu num vi na tv

  13. Juliana Castilho disse:

    O foda é que esse tipo de coisa não passa na Tv. O racismo é um entrave para a consolidação de uma sociedade mais justa e democrática, onde todos e todas sejam realmente cidadãos… Até quando vamos aceitar isso?

  14. Gil Iê disse:

    É disso que estou falando..

  15. Adilson Alves Arouck disse:

    Esse tipo de protesto jamais sera visto ou comentado na tv. é uma pena mas é o nosso Brasil

  16. Jamson Soares disse:

    a violência o racismo contra a população negra no brasil e permitida pelo estado brasileiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print