Twitter Facebook Youtube
Home » Destaques » Com trutas e novos sons, Racionais MC's encerram o VMB 2012

Com trutas e novos sons, Racionais MC's encerram o VMB 2012

Protocolo extrapolado, quase uma hora de show, sete músicas no setlist – entre elas três novas que ainda não entraram na discografia -, mil trutas no palco e um troféu do VMB na mão. ‘Pesadão, boladão’, o novo jargão adotado pelo Racionais MC’s, teve o seu sentido mais do que inaugurado no show histórico que o maior grupo de rap do país fez na noite desta quinta-feira (20) como encerramento do VMB 2012.

Mano Brown, KL Jay, Ice Blue e Edi Rock vêm, há anos, deixando claro em seus shows que não apenas de quatro homens se faz um Racionais MC’s. Participações de parceiros do rap nacional são recorrentes no shows do grupo, e no encerramento do maior prêmio da música brasileira, não poderia ser diferente. “É uma família, e isso é transparente, dá pra ver”,  afirmou Edi Rock, durante os ensaios ao longo da semana.

Em meio a bandeirões da ‘Vila Fundão’, motos potentes, três DJs – incluindo o filho de KL Jay -, Dexter, Seu Jorge, Helião e DJ Cia (RZO), Negreta e Du Bronk’s (Rosana Bronx), entre dezenas de parceiros angariados do Capão Redondo, Zona Sul de São Paulo, complementaram o coro do maior VMB de todos os tempos num repertório que teve o seu auge em clássicos como ‘Negro Drama’ e ‘Eu Sou 157’.

Seguindo o modelo praticado por artistas em premiações musicais do exterior, o grupo optou por olhar para o futuro e apresentou um repertório focado em novas composições que ainda não entraram na discografia, a começar por ‘Cores e Valores’ na abertura.

‘Eu Sou 157’ veio em seguida, foi bem recebida pelo público e deu início a uma sequência de agradar do novo ao mais velho simpatizante do hip hop. ‘Negro Drama’ – o ‘hino do negro brasileiro’, segundo Seu Jorge – formou o primeiro grande coro da pista do VMB. A empolgação no antigo hit se seguiu no mais novo deles, ‘Mil Faces de Um Homem Leal’ (Marighella), que já havia sido premiado com ‘Clipe do Ano’ e propiciou uma bela cena com todo o público de punho em riste.

Entre as muitas surpresas prometidas pelo Racionais, a mais celebrada da noite foi a entrada de Seu Jorge no palco para cantar o hit composto com Edi Rock, ‘That’s My Way’. A segunda, de forte apelo visual, foi o encerramento com ‘Da Ponte pra Cá’, faixa do último disco do Racionais, ‘Nada Como Um Dia Após o Outro Dia’ (2002), acompanhada por um time de b-boys fantasiados de Coringa.

Fechando o repertório sem passar pelo aclamado álbum ‘Sobrevivendo no Inferno’, a base pesada de ‘Da Ponte Pra Cá’ incluiu linhas tortas e subgraves, e se estendeu por alguns minutos com grande intensidade, marcando, assim, o encerramento do VMB da cultura de rua, o maior Video Music Brasil de todos os tempos.

Fonte: MTV
Texto: Guilherme Xavier
Fotos: Marcos Issa/Argosfoto

 

 

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print