Twitter Facebook Youtube
Home » Noticias » Confiram como foi o Festival Afro System no Estância Alto da Serra

Confiram como foi o Festival Afro System no Estância Alto da Serra

Aconteceu no último sábado (23) no Estância Alto da Serra o Festival Afro System, que reuniu grupos de Rap e Reggae. A noite fria que estava em São Bernardo do Campo rapidamente foi aquecida com o calor humano do público que compareceu em peso e com as performances dos grupos que ali se apresentaram.

A excelente banda Brasilites mandou o som nas duas primeiras apresentações e com muita qualidade mostrou uma energia muito positiva, o rapper Ogi foi o primeiro a se apresentar e preparou o público para os demais grupos que viriam na sequência. Mandando alguns sons de seu novo trabalho “Crônicas da Cidade Cinza” o rapper fez uma apresentação empolgante.

O grupo Pentágono veio na sequência e ao som de “Pelo o que eu sei” literalmente tacaram fogo na festa e numa mistura vibrante com o público os músicos foram até a grade de proteção pra cantar junto com a galera. Clássicos como “É o Moio”, e “Multicultural”, entre outras foram cantados por todos com muita energia durante toda a apresentação do grupo.

Um dos mais esperados da noite era a revelação do Rap Nacional Projota, o rapper em sua apresentação de mais ou menos uma hora mandou diversas músicas que já estão na boca dos fãs, destaque para as músicas “Desci a ladeira”, “Pode se envolver” e “Chuva de novembro”. Ao final de sua apresentação o rapper não se conteve e assim como o grupo anterior, ele foi até a grade de proteção e cantou junto com o público.

Ainda no ritmo do show do Pentágono a banca “Time do Loko” veio e abriu o Show da Flora Matos, que numa apresentação vibrante mandou muito bem, e mostra que as mulheres no Rap Nacional estão cada vez mais engajadas com o movimento. Ao som de “Mundo pequeno” a cantora fez o Estância cantar em coro. A música “Pretin” teve a participação das dançarinas Aline Maia e Lu Bauer dando um toque mais especial ao show de Flora Matos.

Outro grande show esperado na noite era também uma das revelações do Rap Nacional o grupo de Rap Carioca Cone Crew Diretoria entrou no palco com uma banca de peso, alguns utilizavam a camiseta com a hashtag #RAPRJ, mas chegaram com muito respeito e com carisma cativaram o público de SP. A música de abertura foi a “Lá Pa Lapa”. Entre um som e outro o grupo fazia algumas rimas criticando artistas idolatrados pela mídia, a polícia, e até alguns times de futebol, o que deixava o show com um ritmo mais descontraído e o público vibrava no fim de suas rimas improvisadas.

Para encerrar a maratona de shows deste grande festival, foi a vez do tradicional grupo de Reggae Natiruts adentrar o palco e num ritmo contagiante entreter o público, com a música “Liberdade pra dentro da cabeça” iniciaram o seu show e levaram o público ao delírio. O vocalista Alexandre da banda Natiruts exaltou esta conexão Rap-Reggae e declarou: – Uma grande noite com os ritmos que mais interagem com o povo, o Rap e o Reggae. E completou mandando um salve pra todos que passaram pelo palco do Estância Alto da Serra no Festival Afro System.

Texto: Fábio Barbosa
Fotos: Zezinho Kinte

Confiram mais algumas fotos do evento:

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

 
Email
Print