Twitter Facebook Youtube
Home » Especial » Cooperifa em noite mágica de poesia e rap no auditório do Ibirapuera

Cooperifa em noite mágica de poesia e rap no auditório do Ibirapuera

“Povo lindo , Povo Inteligente , é Tudo Nosso “ esse é o grito de luta da Cooperifa  que há dez anos faz eco na periferia na zona sul de São Paulo.


E na última sexta – feira  (03) em uma noite histórica esses poetas lutadores do povo que formam a Cooperifa , ecoaram seu grito de resistência dentro do Auditório do Ibirapuera em São Paulo.

Diferente das demais tardes chuvosas , ontem não choveu, o céu estava lindo e em pouco tempo os manos e as minas já estavam formando fila em frente ao auditório e como diria o Realidade Cruel “Deus é do Gueto”.

E foi sobre o tapete vermelho da rampa do Auditório do Ibirapuera, que o povo passou para prestigiar uma noite mágica, e aquele lugar tão glamoroso que já recebeu diversos espetáculos, nessa noite se rendeu a força e resistência da Cooperifa porque afinal são 10 anos uma década de muito trabalho, semeando a poesia, cultivando a cultura e resgatando vidas  no extremo sul da cidade.

 

O quilombo cultura do século XXI já estava pronto e foram duas horas de muita poesia e rap nacional.

Pelo palco passaram vários poetas entre eles: Sérgio Vaz, Fábio Boca, Viviane de Paula, Dona Edite, Rose Dorea, Nego Jam, Valmir Veira, Marcio Batista, Cazulo, Luciana, Helber Ladislau , Camila de Jesus, Lu Souza, JB NSN e Sales  que recitaram suas poesias, umas românticas, outras de protesto contra o racismo, violência , desigualdade social, palavras fortes e rimas cortantes .

E como não poderia deixar de faltar à comunidade do Pinheirinho e do Moinho foram citados pelo Poeta Sérgio Vaz , porque somos todos um só na luta por justiça e igualdade somos irmãos.

Entre uma poesia e outra o rap nacional se fez presente com o grupo Versão Popular em uma grande apresentação cantaram sucessos do disco “Quem Viu Viu” e agitaram o público, destaque para o momento em que o rapper Preto Will foi para o meio da platéia cantar em um sintonia total .

E a noite mágica foi finalizada ao ritmo do Z’Africa Brasil que fizeram todos dançar ao ritmo frenético, embalados nas rimas de zumbi o grupo fez o auditório tremer .

Com muita musicalidade e letras fortes exaltando zumbi, repudiando o racismo e qualquer forma de preconceito o Z’Africa Brasil encerrou a noite sensacional de comemoração dos 10 anos de Cooperifa .

Mas como diz o poeta A luta é pra vida inteira…e continua

A  luta da Cooperifa continua todas as quartas – feiras tem Sarau no Bar do Zé Batidão, durante o ano tem poesia no ar, chuva de livros e varias atividades culturais desenvolvidas pelos poetas.

Aguardem fotos do evento…

 

Para conhecer um pouco sobre a Cooperifa clique aqui

 

 

Texto: Paula Farias

@paullafariass

 

 

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

OUTROS COMENTÁRIOS (3)

  1. TARCISIO disse:

    PARABÉNS A TODOS QUE PARTICIPARAM DESSE MOVIMENTO.

  2. Salve boa tarde pra nóis, POVO LINDO, POVO INTELIGENTE É TUDO NOSSO, que festa mágica, parabéns a todos os poetas da Cooperifa, aos grupos Versão Popular e Z´Africa Brasil, ao público que chegou em peso, como diz o Renan do Inquerito Se a História é Nossa Deixa que Nóis Escreve…

  3. Flor de Lótus disse:

    Me sinto orgulhosa em fazer parte de uma cultura tão linda quanto a nossa. Parabéns à Cooperifa e a todos que estiveram presentes….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print