Twitter Facebook Youtube
Home » Especial » CxA no Sesc Ribeirão na noite desta quinta-feira (31)

CxA no Sesc Ribeirão na noite desta quinta-feira (31)

Referência do estilo, Consciência X Atual faz show com banda ao vivo no Galpão de Eventos do Sesc Ribeirão

O rap marca presença no palco do Sesc Ribeirão na noite desta quinta-feira (31). O grupo Consciência X Atual, referência do estilo na cidade, apresenta sucessos de quase 20 anos de carreira no Galpão de Eventos da unidade. Canções que marcaram uma geração, como “Esteja em Paz” e “O Show Continua”, vão estar no repertório.

Antes, o quarteto A Cura faz show de lançamento de seu novo CD: “E é só o Começo”.
No caso do CxA, a novidade é que os MCs (mestres de cerimônias) Gipê, Nego Lê e W.Fy e o DJ Yzak vão estar ao lado de uma banda de músicos, com direito a sons de baixo, guitarra, violão e até cavaquinho.

6c8e7937-a8ee-436c-8923-1cd517ae3b3b

Consciência X Atual surgiu em 1994, conquistou fãs dentro e fora da periferia de Ribeirão e sobreviveu à morte de um de seus líderes.

Grupo quer conscientizar a periferia

No show de hoje no Sesc Ribeirão, as batidas e a programação de ritmos do Consciência X Atual vão ficar a cargo de Yzak. “O som ficou muito louco porque as músicas ganharam uma nova roupagem. Algo realmente novo”, afirma o DJ.

Segundo ele, o show deve dar início a uma nova fase do grupo, que está disposto a incluir elementos diferentes em sua música. “Eu diria que é uma soma, um lance que nos favorece a conquistar um novo público”, garante.

O DJ lembra que o Consciência sempre esteve aberto a propostas que vão além dos clichês do gênero. “A apresentação do Sesc deve ser a base do que está por vir”, avisa Yzak, que ressalta ainda que o grupo deve lançar seu primeiro DVD em 2014.

Com cinco discos gravados, o Consciência X Atual é um sobrevivente em todos os aspectos. Viveu o auge do movimento hip-hop na segunda metade dos anos 90, conquistou fãs dentro e fora da periferia de Ribeirão Preto e lotou casas de shows em capitais como Brasília.

De repente, um de seus líderes e fundadores, o rap-per Mano Billy, morreu aos 25 anos, por causa de uma trombose coronariana. O ano era 1999.

“Ele faz muita falta, porque era um cara muito carismático, insubstituível”, lembra W.Fy, um dos fundadores do grupo, ao lado de Billy.

Trajetória

O Consciência nasceu em 1994, na periferia de Ribeirão, da fusão dos grupos Atitude Negra e Expressivos MCs. W.Fy conta que o discurso do quarteto não mudou muito. “Os princípios são os mesmos, porque nossa inspiração é o dia a dia. O objetivo é conscientizar a comunidade”, afirma.

A Cura abre show de na noite desta quinta 

A apresentação desta quinta vai contar com a abertura do grupo A Cura, também de Ribeirão. Formado por Betão, Gancho, Bud Nay e Dj Maninho, o quarteto acredita no rap como instrumento de cura e libertação. Daí o nome.

O grupo lançou este ano o CD “E é só o Começo”, com produção de Duck Jam, que marca uma nova fase do grupo.

O caldeirão sonoro dos rappers dá espaço ao gangsta [estilo mais radical do hip-hop], a soul, funk, R&B, Blues, jazz, gospel e até rock. São 14 faixas que trazem a participação de nomes como Doctor X, Japão, Nego Jam, entre outros. Os destaques do trabalho são as faixas “É só o começo”, com participação de Doctor X, e “Vai tremer”.

Serviço

Consciência X Atual + A Cura

Quinta-feira, às 20h30, no Galpão de Eventos do Sesc (Rua Tibiriçá, 50)
Ingressos: R$ 10, R$ 5 e R$ 2
(16) 3977-4472

Fonte: Jornal A Cidade

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print