Twitter Facebook Youtube
Home » Destaques » Dia Internacional da Mulher Negra vai ter comemoração na periferia com hip-hop e congada

Dia Internacional da Mulher Negra vai ter comemoração na periferia com hip-hop e congada

O projeto ‘Feminina Periferia, um Pedaço da África’ realizado pelo coletivo ‘Herdeiras de Aqualtune’ convida para a comemoração do Dia da Mulher Afro-latino-americana e Caribenha que será realizado no dia 26 de julho de 2015 no CEU Vila do Sol em São Paulo.

O evento que tem como temática a resistência da mulher negra na sociedade atual, trará uma mistura dos elementos do hip-hop com a tradição africana. No dia acontecerá oficina de graffiti, mesa de debate para dialogar a vivência da mulher negra na atualidade. Além de apresentações artísticas com MCs e a participação especial da Congada de São Benedito de Cotia.

HISTÓRICO DE LUTAS 

A data 25 de julho, dia em que se celebra no Brasil o Dia da Mulher Negra homenageia Tereza de Benguela. Nascida no século XVIII, ela chefiou o Quilombo do Piolho ou Quariterê, na região do Estado do Mato Grosso. Sob seu comando, a comunidade quilombola de negros e nativos, cresceu politicamente, militar e economicamente, incomodando o governo escravista. Benguela foi presa, e forçada ao suicídio após se recusar a viver sob regime de escravidão.

Inspirada no Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha, marco internacional da luta e da resistência da mulher negra a data amplia e fortalece a sociedade civil e os movimentos sociais para o enfrentamento do racismo, tendo em conta a condição de opressão em que vivem as mulheres pretas e pobres do mundo.

2 evento

CRONOGRAMA:

Oficina de Graffiti com Rizka – Contra a Redução da Maioridade Penal. Mesa de Debate: ‘Resistência da Mulher Preta Pobre e Periférica contra a Sociedade Racista Genocida’. Convidadas: Tata Nzinga e Carmem Faustino – Mediação: Herdeiras de Aqualtune.

Apresentações musicais: Congada de São Benedito de Cotia.

MCs: Amanda Negrasim, Lua Rodrigues, Lena Silva e Leca Soul.

DIA: 26/07/2015

HORÁRIO: 12h às 20h

LOCAL: CEU Vila do Sol
END: Avenida dos Funcionários Públicos, 369 – Vila do Sol – cep: 04962-000 – Jardim Vera Cruz – Z.S – São Paulo – SP
Telefone:(11) 3397-9817

O coletivo ‘Herdeiras de Aqualtune’ é formado por mulheres pretas e periféricas que buscam resgatar a ancestralidade africana através de ações culturais utilizando a linguagem do Hip Hop.

herdeirasdeaqualtune.wordpress.com

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print