Twitter Facebook Youtube
Home » Noticias » Dropê Comando Selva lança clipe inspirado em seu pai e abre diálogo sobre relacionamento e dependência química

Dropê Comando Selva lança clipe inspirado em seu pai e abre diálogo sobre relacionamento e dependência química

“Serpenteando” foi inspirado no relacionamento entre Dropê e seu pai, Paulo Sérgio de Carvalho, falecido em 2008 devido a uma doença genética chamada dependência química. O clipe produzido pela Enraíze Films traz a reflexão pessoal do artista que se liberta da culpa depois de alcançar uma nova compreensão a respeito da doença.

“Meu pai veio a falecer em 2008 por causa da doença, claramente prejudicado pelo uso de drogas em sua vida inteira (principalmente cocaína, álcool e remédios tarja preta, os piores desta da lista). Infelizmente por motivos de desgaste emocional e falta de compreensão, nós já estávamos sem se falar direito durante anos. Meu pai faleceu e não tive a chance de dar adeus a ele, não o perdoei em vida, não me perdoei e não me libertei desse sentimento, uma mistura de culpa e raiva que me acompanhou durante um bom tempo, mesmo depois de sua partida. ”

Relatos como este trazem perguntas feitas por milhares de pessoas todos os dias: Como ajudar um dependente a se libertar e reencontrar fontes de prazer independentes da substância química? Como conviver com o problema mantendo o equilíbrio emocional?

“Serpenteando é um som que fiz buscando transformar meu drama familiar em arte, com o objetivo de gerar reflexão e diálogo coletivo.”

O clipe anuncia também a conclusão de mais um ciclo na tragetória do produtor, poeta e ambulante cultural. Dezembro é o mês de lançamento do single “Multiversos”, que primeiramente foi compartilhado com DJ’s e rádios cariocas a fim de resgatar a cultura de lançamento a partir destes profissionais. E no início de 2014 vem o esperado disco “Entre Nós”, produzido pelo Selo Miragem Records.

page1image19352 page1image19512

NA ÍNTEGRA, O DEPOIMENTO PUBLICADO PELO ARTISTA NO FACEBOOK

Em: 18/12/2013

Escrevi o som Serpenteando em 2007, o som é todo baseado no meu relacionamento com meu Pai Paulo Sérgio de Carvalho (1954 – 2008) um real desabafo. Meu Pai sofreu a vida toda de uma doença genética chamada Dependência Química, que é muito comum mas de pouco intedimento para muitos de nós. O Dependente Químico nasce fisicamente muito frágil em sua relação com às drogas, pela ausência de algumas substâncias no seu organismo, ele trava uma batalha intensa para viver com saúde e longe das drogas (sejam elas quais forem). Não existe relação saudável entre o Dependente Químico e as drogas.

Eu também demorei muito a entender essa doença, que na maioria das vezes interpretamos como falta de vontade, abandono da vida, falta de amor e até “vagabundagem” por parte do doente. Desde muito novo passei por dificuldades na relação com meu Pai, por mais que ele tenha me ensinado muito e sido um grande homem, a doença sempre atrapalhou MUITO a relação, muitas brigas e discussões aconteceram, inclusive já brigamos fisicamente algo que não desejo pra nenhum Pai e Filho.

Meu Pai veio a falecer em 2008 por causa dessa doença, claramente prejudicado pelo uso de Drogas em sua vida inteira (principalmente cocaína, álcool e remédios tarja pretas, os piores desta da lista) e infelizmente por motivos de desgaste emocional, alto nível de estresse e falta de compreensão nós já estávamos sem se falar direito durante alguns anos. Resumo da ópera: Meu Pai faleceu e não tive a chance de dar adeus a ele, não o perdoei em vida, não me perdoei e não me libertei desse sentimento, uma mistura de culpa e raiva que me acompanhou durante um bom tempo, mesmo depois de sua partida. Por isso venho falando muito na descrição desse lançamento sobre o FINAL DE UM CICLO.

Esse videoclipe assim como a música estão me ajudando nesse processo de libertação, estou expondo um momento delicado da minha vida para compreender melhor esse sentimento, e compartilhar com vcs essa idéia que fala de dois assuntos que acho muito importante da gente refletir juntos. O maior intendimento sobre a Dependência Química doença que assola muitas famílias no nosso país e ainda é pouco compreendida, e o valor do Perdão que é essencial em nossas vidas, temos que aprender a perdoar quem amamos se possível ainda em vida, atitude libertadora.

Acredito que pros interessados a leitura desse texto irá transformar a compreensão do filme que lançaremos amanhã potencialmente, além de conhecer uma parte da minha vida que tive muita dificuldade de lidar e passar, mas que hoje faço questão de compartilhar com vcs em forma de arte para maior intendimento coletivo e libertação dos sentimento. Quase uma sessão de terapia coletiva com vcs meus amigos. Deixo aqui minha gratidão pela confiança e fortalecimento de todos nessa busca por auto conhecimento que se mistura com a arte e vida naturalmente.

É isso irmãos muito obrigado pela atenção e respeito e até amanhã!

Dropê Comando Selva

FACEBOOK: https://www.facebook.com/DropeComandoSelva22

E-MAIL DE CONTATO: dropecomandoselva@gmail.com

 

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print