Twitter Facebook Youtube
Home » Especial » Dupla brasileira Tropkillaz emplaca música no intervalo do Super Bowl

Dupla brasileira Tropkillaz emplaca música no intervalo do Super Bowl

Fonte O Globo
Texto Mariana Cohen

A dupla brasileira Tropkillaz atingiu um novo patamar no mundo da música eletrônica neste domingo, ao emplacar uma de suas faixas em um comercial veiculado no intervalo do Super Bowl, o maior evento esportivo do ano para os americanos. O remix da música “Hide”, do duo N.A.S.A., é a estrela do comercial do novo sistema de som da Sonos, e atingiu cerca de 100 milhões de espectadores que assistiram à final do campeonato de futebol americano.

O Tropkillaz é um projeto de trap music (gênero que tem as origens no rap, mas também mistura música eletrônica e bass) que foi formado há quase dois anos pelo paulistano Zegon, ex-integrante do Planet Hemp, e o curitibano Laudz. Para Zegon, a vitória foi dupla, já que ele também é metade do N.A.S.A, que fundou junto com o americano Squeak E. Clean

— Foi um gol duplo, uma cesta de três pontos — diz Zegon, pelo Facebook, de São Paulo. — Domingo o Tropkillaz deu um salto, o maior até hoje.

No comercial, o remix do Tropkillaz casa perfeitamente com o som clássico do produtor americano Rick Rubin, que selecionou a faixa pessoalmente para o vídeo. Lançada em novembro, ela chegou a ficar seis semanas consecutivas em primeiro lugar no top 10 das músicas eletrônicas mais baixadas no iTunes dos Estados Unidos. Esta semana, voltou ao topo do ranking, por conta da propaganda da Sonos. A crítica ainda colocou a versão de “Hide” entre as dez melhores músicas tocadas nos comerciais do Super Bowl este ano, junto com “Invisible”, do U2, por exemplo.

Já um sucesso nos Estados Unidos e na Europa desde o ano passado, o Tropkillaz passou de “projeto paralelo” a foco principal das carreiras de Zegon e Laudz.

— Criamos o projeto por puro hobby, sem compromisso, pois tanto eu quanto o Laudz temos carreiras solo como DJs e produtores. Mas aí, quando o trabalho começou a bombar, nos sentimos obrigados a continuar. Então a bricadeira foi ficando séria — conta o produtor paulistano. — O negócio ficou tão sério que acabou virando nosso projeto principal. Está até difícil tocar o N.A.S.A. e a minha carreira solo.

Apesar dos mais de três milhões de audições no SoundCloud, foi uma postagem no blog “Run The Trap”, o mais importante sobre o estilo musical, que colocou o Tropkillaz no mapa. O site elegeu o brasileiro um dos dez melhores duos de trap music do mundo, em outubro passado. Mesmo com o estouro nos Estados Unidos, Zegon lamenta que 70% dos fãs da dupla — segundo os números do Soundcloud e do Facebook — estejam fora do Brasil.

— Precisou o “Run The Trap” falar bem da gente para darem valor ao nosso som por aqui — comenta o músico. — Tem que bombar lá fora para alguém prestar atenção. Mesmo com milhões de “plays” na internet, a gente estava “invisível”.

A capa de invisibilidade, no entanto, caiu, e os brasileiros já levaram seu projeto à Rússia e à Holanda. Mas a primeira turnê oficial do Tropkillaz começa em março. Até maio, os DJs passarão por Rússia, Japão, Estados Unidos e Europa.

— Em julho a gente volta para a América [do Norte] para ficar em estúdio — comenta Zegon, avisando que, antes disso, sai um EP pelo selo Mad Decent, do respeitado DJ Diplo, além de uma mixtape de sons originais e remixes. — Estamos só no aquecimento ainda. Agora, vamos partir para o jogo.

Os brasileiros que quiserem ver a dupla “jogar” ao vivo vão ter que esperar até o dia 9 de maio, quando vai rolar a festa Tropkillaz & Friends, na Audio SP, casa de shows recém-inaugurada na Barra Funda, zona oeste de São Paulo.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/cultura/megazine/dupla-brasileira-tropkillaz-emplaca-musica-no-intervalo-do-super-bowl-11489939#ixzz2sQCFzI00

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print