Sign in / Join

Eduardo – Facção Central esta lendo a obra "O HIP HOP ESTÁ MORTO"

Eduardo – Facção Central um dos maiores rappers do Brasil, que em breve vai lançar seu primeiro livro, também  esta lendo a obra “O HIP HOP ESTÁ MORTO” do escritor Toni C.

O líder do Facção Central é um leitor assíduo e prega em suas letras,  e já conversou com o público milhares de vezes que a leitura é a chave do conhecimento que liberta,  que rompe  algemas, que os manos e as minas precisam buscar esse conhecimento.

E agora ele está conferindo o romance “O HIP HOP ESTÁ MORTO” fruto da literatura marginal.

E você já tem o seu ?

 

 

Foto: Beto Teoria

 

O HIP HOP ESTÁ MORTO!

Sinópse

Este é um livro de ficção com drama verdadeiro.
Neste romance de estreia de Toni C., o leitor terá contato de maneira quase autobiográfica com o Hip-Hop!

Narrado em terceira pessoa, com uma linguagem informal e com o ritmo de um bom Rap. A obra cumpre a tarefa de levar a história do movimento Hip-Hop no Brasil e suas influências internacionais ao público em geral. O texto traz elementos adicionais até para os mais aficionados. Mas também é um excelente “guia introdutório” para quem quer descobrir mais sobre esta cultura.
A obra ainda traz 28 fotos de grandes ícones da história do Hip-Hop brasileiro.

Garanta logo o seu através  do site http://www.literarua.com.br/

Página no facebook

https://www.facebook.com/pages/O-Hip-Hop-Est%C3%A1-Morto/216036178475209

Contatos;

paula@rapnacional.com.br

(11) 8680-0275

36 comments

    • Paulo 25 janeiro, 2012 at 13:29 Responder

      Desses aí que você citou, o GOG é o que chega mais perto do Eduardo.
      Os outros não possuem uma postura tão firme e revolucionária, possuiam no passado.
      O Eduardo sabe o que dizer nas entrevistas, não entra em contradição, consegue expressar muito bem suas ideias. A ideologia prossegue.

      Não é desmerecendo ninguém, mas é como eu disse antes: o Eduardo é o melhor, doa a quem doer.

  1. epidemia rap 21 janeiro, 2012 at 13:46 Responder

    tbm ja li o meu, essa é uma chance pra vcs verem o hip hop em "carne e osso" haha, é bem criativo o romance ae, tem ate uma cena intima entre o hip hop e a samara. o livro é muito loko, o final entaum é bem manero. a capa do livro vichii, uma das capa mais bonita q ja vi.

  2. ricardo-rco 23 janeiro, 2012 at 20:57 Responder

    um mendigo chega na casa da mulhe e — me de uma esmolinha qualquer coisa == ai o mendigo diz so um feijaozim= amulher diz nao tenho -omendigo diz so um arrozinho -= amulher diz nao tenho == omendigo diz so uma farinhazinha == amulher diz nao tenho == ai o mendigo=- fala entao se embora pidi esmola mais EU

  3. ander 25 janeiro, 2012 at 09:38 Responder

    O Eduardo éo melhor cantor de Rap que existe hoje sem sombra de duvida, dentre todos os manu cranio do Rap ele éo genio doa quem doer!

  4. Luis Eduardo Medeiros 26 janeiro, 2012 at 13:19 Responder

    Gostaria muito de ter este livro mas por enquanto estou meio quebrado…….mas lendo as resposta percebi que esta tendo uma certa rivalidade entre fãs admiro muito o trabalho do facção central ao todo…….mas não concordo em classificar nenhum de nosso poetas do rap como melhor ou pior pois o rap não esta aqui para fazer acepção de pessoas e temos que nos unir e não achar que ninguém é melhor que ninguém, concordo com a preferencia de cada fã, seguidor, adepto etc mas não devemos classificar ninguém como o melhor ou pior, temos sim que nos unir e pregar a humildade…….desculpe-me o desabafo.

  5. Gangsta Rap 4 fevereiro, 2012 at 20:17 Responder

    Eduardo é o melhor e maior letrista de Rap do Brasil. Fala muito bem nas suas entrevistas, é consistente, ao contrário de Mano Brovvn e Mv Bill, todos dois vendidos pro sistema, quem eles tanto criticava. Brovvn agora só canta merda e Bill é ator da Globo. Rap é compromisso!!!!

    • FABIO 11 fevereiro, 2012 at 15:55 Responder

      concordo com vc truta si depende do Brown o rap verdadeiro vai pro lixo mais ja qui ele quer camta pra boy cuzãooooo lamento FC e A286 ATE MORRE

  6. Alberto Dugone 25 março, 2012 at 22:07 Responder

    mano esse livro e muitop bom comprei o meu com tonic no sarau da fundao ja terminei te ler gostei muito essa forma de ficçao com romance e transformar o hip hop em um personagen chapou mano parabens e nois

Leave a reply