Twitter Facebook Youtube
Home » Destaques » Estadão tenta criar desavença entre Cone Crew Diretoria e Criolo

Estadão tenta criar desavença entre Cone Crew Diretoria e Criolo

A Cone Crew Direitoria foi o único representante do Rap Nacional no festival Lollapalooza 2014. A apresentação do grupo carioca rolou neste domingo (6), a partir das 15h10 e começou com “Chefe De Quadrilha”, passando por  outros hits que marcaram a carreira do grupo. Entre um sucesso e outro, várias ideias foram trocadas com o público. O grupo falou que quem estupra tem que morrer e também criticou diretamente o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Em momento algum foi citado o nome de Criolo, mas para surpresa de todos o Estadão publicou uma notícia dizendo que o Cone Crew Diretoria havia feito críticas a Criolo e Restart. No texto, do jornalista João Paulo Carvalho, ele cita exatamente as palavras que supostamente teriam sido ditas:  “Restart, bando de otário e Criolo é mera enganação”. E a falta de respeito do jornalista não para por aí, ele também citou MPC como sendo integrante do grupo.  Esse deve entender tudo de Rap…

Logo após a notícia ser divulgada no Estadão o assunto bombou nas redes sociais. A principio fãs de Criolo e da própria Cone Crew Direitoria criticaram o grupo pela atitude, mas logo em seguida a situação começou a ser esclarecida. Criolo postou no Instagram uma foto com Maomé e  a seguinte legenda:  “Quando se inventa polêmica em torno de um movimento significa que esse grupo de pessoas tem força e está crescendo. Desejamos a Cone Crew Diretoria muita luz na caminhada e que continuemos crescendo juntos, como sempre foi. A grande mídia pode incentivar o contrário, mas continuaremos pregando a paz, através do nosso som.” A Cone Crew Diretoria também se manifestou no Twitter e no Facebook: “Não procede a informação que a Cone Crew criticou o Criolo no show de hoje” e “Vamos repetir a informação de forma BEM CLARA, hoje no show a Cone Crew fez várias críticas, dentre elas ao governador de São Paulo, o Criolo sequer foi citado e a matéria do Estadão é UMA MENTIRA”. O grupo pretende  processar o Estadão pela falsa notícia.

E fica a reflexão… O que leva um jornalista a inventar uma mentira que pode gerar uma desavença e a ignorar as críticas feitas ao governador de São Paulo?

Confira algumas fotos da bela apresentação do grupo no festival:

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print