Twitter Facebook Youtube
Home » Artigos » Ferréz é o novo colunista do Portal RAP NACIONAL

Ferréz é o novo colunista do Portal RAP NACIONAL

O renomado escritor periférico Ferréz acaba de fechar uma parceria com o Portal Rap Nacional e trará para os nossos leitores, um texto exclusivo todos os meses.

Morador do Capão Redondo, Ferréz é influência não só na literatura marginal, mas também dentro do RAP. O escritor é fundador da marca 1DASUL e responsável pela publicação de diversos livros, entre eles Fortaleza da Desilusão (1997), Capão Pecado (2001), Amanhecer Esmeralda (2005), Ninguém É Inocente em São Paulo (2006), Deus foi almoçar (2011), Os ricos também morrem (2015), entre outros.

E é com toda bagagem que Ferréz carrega dentro da nossa cultura periférica, que vem escrever “Caminhos”, uma coluna fixa aqui no Portal Rap Nacional. O primeiro texto também tem esse nome, uma forma positiva de ver e resolver as dificuldades da vida.

Confira:

Caminhos

Para caminhar, pernas boas pra poder continuar.

Tirar as pedras dos caminhos, e parar de pensar nelas.

E são tantos os nosso problemas, como forma de aprendizagem temos que resolver, mas invés disso, colocamos a culpa nos outros. Ninguém é culpado pela sua dificuldade, pois antes de ser dificuldade, ela é sua.

Eu sei, pode apostar, pois já coloquei a culpa em tudo que pude, e assim deixei de ver os caminhos abertos para resolver.

Mano, a soma das choramingações são maiores que a solução de qualquer coisa que você possa fazer.

Escolha esses caminhos, e se puder depois guie as pessoas para também olhar esses caminhos. Pois as placas são difíceis de serem vistas.

Te pergunto como tem gente que nunca disse que esteve desempregado? Pois pra ele nunca esteve, sempre inventando, achando oportunidades, criando se não acha. Inquieto perante o sistema que já é declarado capitalista.

A cidade é cinza, e em meio a neblina as vezes ficamos cegos, e também não queremos ver as soluções.

É pra essas soluções que a caneta vai deslizar aqui no site de agora em diante.

Cada um tem sua verdade, carregue a sua sem guerras, apenas leve a sua verdade no coração pra que você mostre e não imponha a ninguém, vai fazer muito mais sucesso.

As vezes você sente que está em guerra com todos e com tudo, ou parece que tudo declarou guerra pra você, mas até onde é real, e até onde você fez essa guerra? Até onde você colocou as barreiras, cavou as trincheiras, imaginou as armas?

Não vai ter melhora em seu caminho, se não se reconciliar e começar a dentro de você exercitar esse processo de mudança.

Inimigos são apontados, pra que agente se sinta confortável com nossa situação, que por muitas vezes não é boa, e então agente prospecta neles o problema.

O problema é nosso, o maior problema é que não falamos de soluções, e sim dos efeitos de não ter procurado essa solução.

Do que adianta meu parça, fazer uma letra falando de um senhor que tem diabetes, se não orientar que o açúcar exagerado em tudo é a causa?

Agente criar expectativa nas pessoas, nas coisas, nos ídolos, quando na verdade o caminho é nosso, as atitudes são nossas. E são essas atitudes, que deveria ser positivas, que vão nos guiar para um mundo melhor, nem que seja o “seu” mundo melhor, o mundo menos ruim pra você criar seu filho, sua filha, seu neto.

De uns tempos pra cá, tentando melhorar, e pode apostar que é difícil pra mim também, que vi que o grande mal é as expectativas que criamos. Muitas vezes esperamos o agradecimento, o reconhecimento do outro, e dizemos. – Mas eu ajudei ele.

E ai? Se ele não reconheceu quem é o errado? Você fez irmão, você realizou, mas no kit não tinha recibo de gratidão. Assim é a vida, não vem com bula de orientação, nem guia de vivência.

Um só caminho, coisa que não existe, uma só oportunidade muito menos. São mais de 300 dias no ano, cada um uma nova possibilidade e se você se agarrar aos 18 anos de casada e deixar de viver mais 30 de um novo amor? E se você se agarrar a educação herdada do se pai, e não conseguir fazer seu filho ser melhor que você? E se você tiver 20 anos, e não saber nada de educação financeira, porque ainda vai pagar 25% de juros no cartão de crédito? Todos seremos continuadores da pobreza, e não só financeira, mas também espiritual.

Tem sim um grande plano, tem sim milhares de pequenos planos pra te manter parado, estático, agarrado a velhos valores, que só servem para enriquecer ainda mais o outro. Mas caminhos também existem aos milhares, conhecimento é a chave.

Hoje é um grande dia, pra se procurar um bom estanho, uma boa modelagem, tirar da caixa essas ferramentas e criar uma chave.

Ferréz é escritor.

facebook.com/ferrez.escritor

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print