Twitter Facebook Youtube
Home » #Rede Rap Nacional » Artistas » Kartel dos Vida Loka – Cancioneiros do Gueto, Kaskão e Dimenó

Kartel dos Vida Loka – Cancioneiros do Gueto, Kaskão e Dimenó

Cancioneiros do Gueto acaba de lançar o Lyric Vídeo da música “Kartel dos Vida Loka”. O grupo paulista convidou os rappers Kaskão, do Trilha Sonora do Gueto e também Dimenó, do Alvos da Lei para participar deste projeto.

Trocamos umas ideias com os manos, que falaram um pouco sobre este trabalho que você confere logo acima!

1-) O que significa e como nasceu a ideia do Kartel dos Vida Loka?  E por que convidar o Trilha Sonora do Gueto e o Alvos da lei para participarem dessa música?

Maycon – C.D.G.: O Kartel dos Vida Loka é uma união de músicos, que assim como diversos artistas de outros estilos musicais estão fazendo para fortalecer os movimentos, com o intuito de tentar unir os públicos.

O nosso objetivo principal é incentivar o compartilhamento de produtos valiosos que é o conhecimento, a informação e recrutar os vários loucos, os bandi, as minas, espalhados pelo mundão afora e até mesmo os reclusos de liberdade, para compactuar com o mesmo objetivo para que cada um se levante e juntos possamos fazer a revolução que nosso país tanto precisa e expandir nosso movimento RAP.

O Kartel dos vida Loka terá varias edições, essa é a primeira do projeto idealizado pela nossa produtora La Plata Produções, os grupos escolhidos foram por afinidade e historia, e que abraçaram a causa, outros foram convidados porem negaram o convite, os planos de Deus só ele mesmo pra explicar.

A mensagem que quero deixar em nome do C.D.G. é a seguinte, quem se identificar as portas estão abertas para que possamos somar em prol da causa, acreditamos muito que a união do RAP espalhará nossa mensagem aos quatro cantos do vento e surpreenderá alcançando terras ainda inabitáveis pelo nosso gênero musical. “Então o Kartel dos Vida Loka recruta se arme de informação e vem pra luta por que 2018 ta ai não se esqueçam. E O QUE VOCÊ VAI FAZER EM PROL DA REVOLUÇÃO?”

kaskao-702x336

2-) Você acredita que o RAP é uma ferramenta importante para revolução? E qual é a mensagem que vocês querem passar para os jovens através dessa primeira edição do Kartel dos Vida Loka?

Kaskão – T$G Não, hoje entendo que revolução não são os movimentos em si que as promovem e sim a pessoa que ama revolucionar e que faz parte de algum movimento e que faz esse movimento X se destacar.

Exemplo, se o cara é revolucionário e é rapper o movimento vai aparecer pelas atitudes desse cara. Assim sendo em qualquer movimento que essa pessoa estiver.

Minha mensagem é sempre de mostrar que quando se quer as dificuldades não são motivos de desânimo e sim combustível para se dar volta por cima e se vencer. E também faço sempre questão de mostrar que esperar de governo é frustração.

Devemos criar um estilo individual paralelo de sobrevivência, onde não podemos entrar nos moldes estabelecidos e sim vivermos a necessidade apenas, sem vaidade.

Em resumo, tudo que você coloca em sua vida como vício te faz sofrer, então viva só as necessidades básicas do hoje. Assim não será escravo do sistema.

Dimenó

3-) Qual foi o sentimento ao ser um dos convidado a integrar essa primeira edição do projeto Kartel dos Vida Loka e ser também um representante dessa revolução através do som? 

Dimenó – Alvos da Lei Pra mim foi e sempre será uma honra fazer parte de um projeto desse tamanho, com metas de progresso, com objetivo de unir e difundir a palavra, o rap, o sentimento de vários que não consegue expressar o seu sentimento e se sentem representado nas letras, no som que fala o que eles gostariam de falar e de extravasar. Estou muito feliz por ser lembrado por manos que fizeram e fazem parte da minha história, a terra é boa, a terra é  fértil mano, o rap ainda é a voz  daqueles que não tem voz.

Organização, união, trabalho, estudo, profissionalismo, hoje vivemos uma revolução mental, espiritual com oportunidades de crescimento entre nós, o projeto vai muito mais além  do que os olhos podem ver, eu estou vivendo pra ver e viver um sonho que por um momento achei que estivesse perdido, morto e enterrado, mas o criador me levantou e disse levanta e anda, em meio aos ossos secos, chapa eis mi aqui, juntão com meus mano da La Plata Produções para escrever uma nova história.

Alvos da lei retornando em 2017 depois de 15 anos, o mestre restaurou os sonhos desse loko apelidado Dimenó e não  importa a distância, barreira, impedimento, Deus é mais! Pelo reino, pelas almas, pelos vários que em algum momento se sentem sem representação,te falo uma fita estamos nas pistas, nos morro,nas biqueras, nas cadeias, casas de recuperação, nos cortiços, nos guetos invadindo com todo respeito trazendo uma palavra de incentivo a lutar pra viver e conquistar os objetivos, indicar a solução e não  somente o problema,

Muito honrado, é assim que me sinto. Kartel dos Vida Loka é muito mais que grupos que rimam, mais que Rap,… é  uma família. Paz!!!

4-) Qual são suas influências para produção e por que ousar e arriscar com um beat de estilo trap para essa primeira edição do Kartel dos Vida Loka? 

Saulo – C.D.G. Minhas influências são varias, qualquer coisa que ouço gera sei lá tipo um som na minha cabeça e derrepente sai um beat. Mas posso citar algumas influências, uma delas sempre foi o monstro do Dr. Dre pesadão, Timbaland que mistura rap com eletrônica e Alchemist monstro também, que nos cortes no sample não tem pra ninguém.

Então na verdade nem tínhamos apostado neste trap, nossa aposta era outra música, mas aconteceu que estávamos com o CD fechado, então apareceu a oportunidade das participações e fizemos esse som. A chegada do trap deixou o rap mais competitivo, mais pesado no local onde ele deve estar. Hoje nossos beats se comparam com os beats de lá de fora, a internet chegou os timbres chegaram, os vsts chegaram, os programas chegaram, o conhecimento chegou, a tecnologia ficou de fácil acesso, não estamos mais a anos luz dos gringos, estamos a minutos luz, estamos na bota.

5-) Qual são os projetos do CDG para 2017 e o que esperar dos próximos lançamentos do grupos que chegou com força total nessa primeira faixa? 

Douglas – C.D.G. Estamos com o CD pronto, agora vamos começar a trazer pras ruas de acordo com o que a La Plata Produções for encaminhando, por que tem todo um preparo e cronograma a seguir, que fica por conta da produtora.  Referente ao conteúdo das letra o público pode esperar de nós bastante diversidade no som, porque Cancioneiros significa vários poetas diversificados, então vocês vão encontrar nas letras, muito amor, revolução, ostentação e denúncia, tudo dentro da nossa realidade, nada ilusório, somente o nosso cotidiano. Nós esperamos que a mensagem e o sentimento expressado em cada faixa seja entendido por vários mano, vários bandi, várias minas, varias rapa que fecha com nós. Então pra vocês, Cancioneiros do Gueto – C.D.G 2017 vem convidar a todos os ouvintes a virem no rolê com nós lembrando que “MESMO O BARATO SENDO LOKO… (A vida sendo difícil pra todos da periferia, com várias guerra, varias lutas, vários desacerto e várias percas) $EGUE ASSIM A VIDA NA QUEBRADA (Também temos momentos de alegrias e descontração, amores, sorriso e comunhão  mesmo que sejam poucos)”  

C.D.G -Cancioneiros do Gueto

+ Sobre Cancioneiros do Gueto – C.D.G.

Em Diadema, no ano de 2003 em meio as rimas improvisos nasce o grupo C.D.G. com os seguintes integrantes Maycon, Douglas e Wilhas, o que antes era só uma brincadeira nas horas vagas entre amigos se transforma em uma forma de expressão e manifesto. Em meio às bases de um teclado ou muitas vezes do beatbox crescia cada vez mais à vontade de evoluir e buscar ideias novas.

Em 2005 com a saída de Wilhas o grupo ganha um outro reforço para fortalecer o time, Ruq que chega com ideias criativas e um tom de voz diferenciado da um nova cara as músicas do C.D.G., em 2007 com a entrada de DJ Fefeu e DJ Caio o grupo conclui seus integrantes Maycon, Douglas, Ruq, DJ Fefeu e DJ Caio, com produções próprias produzidas por Saulo Matos no estúdio 13 e um estilo diferente de expressar os problemas da periferia e do cotidiano. Ainda em 2005 a musica DEUS ME CONDUZ, é premiada em 3° lugar na Amostra de Artes de Diadema, entre aproximadamente 200 grupos de todos os estilos musicais como; MPB, Samba, Rap, Instrumental, Pop e Rock.

Em 2006, novamente o grupo se destaca com a musica É DESSE JEITO e conquista o 3° lugar na Amostra de Artes em Diadema pelo segundo ano consecutivo.

Entre shows comunitários que o grupo se apresenta pela região do ABCD, se destaca o evento chamado, Dia-D batizado e realizado pelo próprio grupo, com parceria do Clube dos Moradores do Jardim Santa Cândida, e da Família 75 onde é proporcionado um dia de festa e lazer para as crianças e demais moradores da comunidade.

Em 2007 o grupo inicia o projeto do seu primeiro CD intitulado “MESMO O BARATO SENDO LOKO, $EGUE ASSIM A VIDA NA QUEBRADA”, com músicas que relatam o cotidiano em que vivemos em meio de guerras, caos, mas sem esquecer os momentos de alegria, lazer e curtição que também fazem parte do dia-a-dia da periferia, e com o intuito de desmanchar a visão de muitos por ai que pensão que o Rap só fala de crime, armas e drogas, em 2.009 C.D.G. convida os ouvintes de todas as idades a vir no role, e o lema do grupo é: “SE FOR PELA PAZ E PELO AMOR DEMORO VEM COM NÓIS”.

Após esse período houve a saída do integrante Ruq, onde Douglas e Maycon seguiram na musica abrindo em 2.011 a LA-PLATA PRODUÇÕES uma produtora musical que trabalhou com diversos músicos de diversos estilos musicais.

Em 2016 Silvana que participou e atuou com o grupo em seu primeiro álbum, após insistência conseguiu promover o retorno do C.D.G. que após uma reunião com o mais novo integrante do grupo Saulo decidiram se juntar para fazer o que mais gostam música, e assim se iniciou as gravações no estúdio Fabrica de Música com as produções de Saulo Matos o mais novo integrante do grupo.

Em março de 2017 em nome da revolução foi formado o KARTEL DOS VIDA LOKA, e lançado a primeira música do projeto, que visa unir músicos em prol da revolução e fortalecimento, através da ferramenta da música, tendo como objetivo ser proliferador e incentivador para que o povo se arme de informação e conhecimento, e venha para a luta por PAZ, JUSTIÇA, LIBERDADE e IGUALDADE para todos.

Esta prevista para o longo do ano de 2017 o lançamentos dos trabalhos do grupo, que vem convidar a todos os ouvintes a virem no Rolê com nos, lembrando que “MESMO O BARATO SENDO LOKO… (A vida sendo difícil pra todos da periferia, com várias guerras, várias lutas, vários desacerto e várias percas) $EGUE ASSIM A VIDA NA QUEBRADA (Também temos momentos de alegrias e descontração, amores, sorriso e comunhão mesmo que sejam poucos)”  

Logo la plata

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

 
Email
Print