Twitter Facebook Youtube
Home » LM » Lançamentos do livro “O Hip-Hop Está Morto!” reúnem mais de duas mil pessoas

Lançamentos do livro “O Hip-Hop Está Morto!” reúnem mais de duas mil pessoas

 

Dando continuidade à maratona de lançamentos do romance sobre a história do Hip-Hop Toni C. percorre saraus da capital paulista e visita outras cidades.

 

Trilhar os caminhos do Hip-Hop, que se transforma em personagem e narra a própria história em primeira pessoa é o objetivo do escritor Toni C., com a maratona de lançamentos do romance “O Hip-Hop Está Morto!”, que teve início dia 1º deste mês.

Durante a primeira semana, o autor apresentou o romance a pelo menos duas mil pessoas em diferentes eventos ligados a cultura Hip-Hop.

O primeiro deles, na Estação Jovem, em São Caetano do Sul foi marcado pelo encontro de gerações, onde estiveram presentes o MC Cauan, de apenas oito anos e o King Nino Brown, representante da Zulu Nation no Brasil, que acompanha o Hip-Hop desde a chegada deste ao país, no início da década de 1980.

Rodas de conversa, debates, autógrafos e discussões. Assim podem ser resumidos os lançamentos, que tiveram continuidadena Casa da Preta, Vila Madalena, com um público bastante eclético: rappers, locutores, sindicalistas, professores, advogados, movimentos de moradia e muitas crianças participaram de uma roda de conversa acerca da cultura que embala as periferias de todo país.

A segunda semana, “O Hip-Hop Está Morto!” e seu autor percorreram o circuito dos saraus, que teve início no Sarau do Binho, no Campo Limpo, onde se lê no cardápio: “O pior pastel de São Paulo” e Toni C. emenda: “… e o melhor sarau do Campo Limpo” brinca.

No dia seguinte, foi a vez do centro da cidade receber o romance, na primeira livraria especializada em literatura marginal do país. No Sarau Suburbano Convicto, no Bixiga, a apresentação a cargo de Alessandro Buzo, Tubarão Du Lixo e Evandro Borges escreveu, mais um capítulo, na história da literatura brasileira.

O “batismo” da obra aconteceu no Sarau da Cooperifa, no extremo sul da capital paulista. Numa mesa improvisada com caixas de som, foi possível acompanhar o lançamento, que contou ainda com a participação,  por telefone, do criador e idealizador da Cooperifa, que na ocasião estava na Inglaterra, e que proferiu palavras de incentivo ao autor do romance e também aos poetas presente no sarau.

Já na quinta-feira foi a vez de Pirituba receber o livro. No Sarau Elo da Corrente, num espaço bastante acolhedor, Toni C.  pode falar sobre a obra e comungar da poesia no Bar do Santista.

Na sexta-feira, o romance ganhou o bairro Santa Cecília, ao ser lançado na Rinha dos MCs, que aconteceu na Ação Educativa. O final de semana foi marcado pelo lançamento na cidade de Tupã, no interior do Estado, junto ao show do grupo Ao Cubo. “É fundamental com um livro deste estar em meio ao público do rap nos shows levando literatura”, considera Toni C.

Para encerrar a semana, o lançamento aconteceu no Sarau Bacanaço, produzido por Zinho Trindade.

E a maratona segue nesta semana. Para Toni C., percorrer os saraus da capital paulista provoca a sensação de dever cumprido. “É como voltar para o local onde a história foi inspirada. Com os lançamentos, sinto como se eu estivesse devolvendo o  produto que me ajudaram a fazer. Se os saraus não existissem, de repente, este livro nem existiria. Meu sentimento é de gratidão”, finaliza.

 

 

Assista o vídeo feito durante o lançamento na Estação Jovem, em São Caetano do Sul

 

Veja a galeria de fotos

 

 

Serviço – O próximo lançamento acontece hoje (15) a partir das 20h no Sarau Vila Fundão, localizada a rua Rua Glenn, s/n. Travessa da Av. Sabim. Capão Redondo, Zona Sul. Para saber mais sobre o livro e os lançamentos, acesse o site:http://www.literarua.com.br/morto/

 

 

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

OUTROS COMENTÁRIOS (1)

  1. Jean Mello disse:

    Mobilização de peso! Parabéns por mais essa conquista…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print