Twitter Facebook Youtube
Home » LM » [LM] A Cultura do Descartável PretoCria 016

[LM] A Cultura do Descartável PretoCria 016

Todos nós desejamos desfrutar dos tão sonhados quinze minutos de fama concedidos pela fada madrinha: a mídia ( o quarto poder mundial; a tropa de choque da mortificação cultural). Tanto a mídia quanto a moda matam a consciência do indivíduo, fazendo com que as pessoas tenham dificuldades em obedecer ao gosto de respeitar uns aos outros  em sentimentos de longa data.

No Brasil, pouco se cultua seus ídolos. Ar

tistas de talento e expressão dentro do mundo do esporte e do entreterimento  continuam sendo menosprezados, assim como ciclete que perde o gosto. Ou, por azar ainda maior, caem no lixo, sem ao menos serem experimentados. Grandes nomes da MPB, que encantaram platéias e  multidões, clamam aos céus por um espaço. Com dificuldades semelhantes, outros artistas fazem plantão e greve de fome em frente às portas das emissoras de TV em apelo por uma oportunidade de emprego. Percebemos o tamanho da ingratidão humana quando enxergamos que nem todos os brasileiros conseguem ser profetas em suas terras.

Infelizmente, o combustível do mundo é o dinheiro; o sinônimo do talento também se chama dinheiro. E quem tem preço é fácil de ser corrompido.

Prova disso, azucrinando os tímpanos, há uma variedade de produtos com diferentes marcas e estilos em forma de lixo fonográfico: artistas fabricados pela moda, impostos pela mídia, e o pior: aprovados pelo público. No quesito mídia televisiva, a bola da vez são aqueles que ostentam um belo rosto e um corpo cheio de curvas sensuais, artifícios suficientes que atraem a audiência de uma multidão de telespectadores famintos por verem o invisível.

É exatamente assim a visão daqueles que estão por cima: a imbecilização da sociedade/fazer do povo uma massa de manobra . Com o poder de ditar tendências e formar opiniões eles conseguem fazer cair no esquecimento talentos excepcionais, dando ênfase aos anseios e satisfação de seus clientes – a grande massa da população cabeça de vento que ainda vive fascinada por porcarias.

 

Extraído do E-BOOK: RABISCOS NEGROS NUM ESPAÇO EM BRANCO

msn: pretocria@pretocria.com

Twitter: @PretoCria

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

OUTROS COMENTÁRIOS (4)

  1. Preto Cria disse:

    É COM IMENSO RESPEITO QUE NOVAMENTE TRAGO A LUZ DAS PALAVRAS IDÉIAS QUE MODIFICAM NOSSO COMPARTAMENTE NO SENTIDO DE "OLHAR/ANALISAR" AS QUESTÕES DE DILEMA NACIONAL. REFLITAM

    ATENCIOSAMENTE

    PRETO CRIA – RAPPER HÁ 19 ANOS, ESCRITOR, ESTUDANTE,
    PESQUISADOR DA CULTURA HIP HOP E UM DOS COLABORADORES
    DO PORTAL RAPNACIONAL.COM.BR/LITERATURA

  2. Jean Pierre disse:

    Descartavél mas o tempo recicla.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print