Twitter Facebook Youtube
Home » LM » [LM] Menino Bomba – Bruno Felipe Ferreira Inocencio

[LM] Menino Bomba – Bruno Felipe Ferreira Inocencio

Menino pobre não tem muitas oportunidades na vida.

Na verdade até tem algumas, mas a maioria delas leva para um caminho onde o fim pode ser trágico, sem conserto ou retorno.

É como uma estrada, onde se segue descalço, tentando encontrar um rumo. Trilhas tentadoras irão se apresentar ao menino.

Sem estudo, informação ou orientação. Sua única escola é a rua. A rua de terra que suja seus pés, e o cheiro podre do poder público, que entra pelo seu nariz através do esgoto a céu aberto.

Mas o menino é curioso e questionador. Não se contenta com o que lhe impõem, quer saber por que tem de ser daquela maneira.

Sobe no muro para ler um livro, e olha ao redor de sua comunidade. Sente uma necessidade interior de lutar, mas não enxerga em sua volta, muitas pessoas com essa vontade em comum.

A confusão em sua mente é muito grande e intensa.

Precisa se armar e se municiar. Estudar e se informar. Percebe que uma revolta popular precisa acontecer. Que mais cedo ou mais tarde isso ocorrerá.

Algum tempo se passa. O garoto se sente mais vivo, mesmo com um fio de esperança que ele sabe que está prestes a estourar.

Contudo, encontra em si um guerreiro, preparado. Mas falta algo, precisa de companheiros dispostos.

Ainda assim se sente aprisionado. Corre pelas ruas, tenta derrubar as grades que prendem seus pensamentos, e o impedem de se libertar.

Sentado na calçada, ele pensa. Uma rebelião explode em sua cabeça.

Uma bomba que está guardada dentro do coração do menino, ameaça detonar.

Adormece ali mesmo. E sonha.

No sonho do menino. Ele vivia em um país, onde a maior parte do povo sentia uma sede de revolta, assim como ele. E saiam as ruas, para protestar e exigir mudança. Então o sonho se adiantou, e já não havia desigualdade social extrema em seu país.

O menino acorda.

Ouve um barulho de seu estomago. Entra em seu barraco, frita um ovo e come.

O próximo barulho talvez seja da explosão, desse menino bomba, e de muitos outros.

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

OUTROS COMENTÁRIOS (4)

  1. Preto Cria disse:

    É com muita responsabilidade e sensibilidade que o autor Bruno Inocencio relata o cotidiano de milhões de jovens das periferias de todo o mundão. Com linguagem acessível ele descreve o íntimo do ser humano, a guerra travada na luta do bem tentando vencer o mal, o conflito interior onde todos nós somos vítimas porém, temos livre arbítrio e competência para fazer escolhas. Muito obrigado por fortalecer ainda mais nossa corrente literária e ser um elo a mais na confecção de um país que pensa, questiona, participa com objetivo de provocar MUDANÇA.

    Atenciosamente

    PRETO CRIA – RAPPER HÁ 19 ANOS, ESTUDANTE, ESCRITOR,
    PALESTRANTE DA CULTURA HIP HOP E UM DOS COLABORADORES
    DO PORTAL RAPNACIONAL.COM.BR/LITERATURA

  2. Filosofiamenor disse:

    Ta escrevendo muito bem, Bruno! Temática ótima, com ótimo embasamento teórico.
    Bora protestar!

  3. Matheus disse:

    Parabens, mais um texto onde a LM é bem representada, vc tem um dom, não deixe ninguem arrancar isso de você… PAZ !

  4. Alan disse:

    Isso ae mano ficou muito loco, cada dia que passa a Literatura Marginal está se desenvolvendo mais !
    Continue assim, abraços !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print