Twitter Facebook Youtube
Home » LM » [LM] O Doador De Atitudes – Preto Cria

[LM] O Doador De Atitudes – Preto Cria

Quando vejo as crianças dentro de mim, renasce o menino que fui o qual desfrutava de uma linda e maravilhosa infância. Hoje,Preto Cria O Doador de Atitudes

atarefado de sonhos sobrevivo escravo dos ponteiros do tempo, e a minha consciência se sente na obrigação de construir uma dinastia ou império, mesmo sabendo que morrerei sem ver muita coisa que gostaria que acontecesse.

“Eu”, o doador de atitudes, pretendo, se Deus permitir, ser doador de órgãos. Oferecer ao próximo o prazer de desfrutar da condição humana.

Nesse momento, o cérebro traz à tona lembranças de prazeres, amores, pecados, penitências e desilusões. Lágrimas inundam minhas pálpebras; chateei-me em nome de todo mundo: semeadores de discórdias, guerrilhas urbanas, narcotráfico. Muitas vezes não damos a mínima sobre a importância de nosso papel social na construção de um futuro promissor. 

 Todo cidadão tem condição de ser um excelente fiscal: em segurança, saúde e educação… Porém, com pouco senso prático desta fiscalização, omitimo-nos. Aplaudimos a evolução da comunidade científica na proliferação de mísseis nucleares e outros tantos venenos. Devido às condições históricas, aderimos passivamente à miséria do continente africano.

 Perdas civis serão toleráveis até quando? Os interesses do capitalismo sempre se sobrepõem aos Direitos Humanos, em que as pessoas aniquilam o próximo por lucro ou poder; o fraudulento gosto da vaidade, a que chamamos de fama… (Luis Vaz de Camões). Padecemos em conseqüência de dois males: primeiro, é que diante do nosso processo histórico, a cultura elitista não deu condições psicológicas ao povo de criar uma consciência política. Não temos tradição de reclamar e ensinaram-nos que é ruim pensar. Segundo, é que a sociedade contemporânea criou a lógica do prazer absoluto, no qual o tudo ainda é pouco para nos manter felizes. Como conseqüência, ficamos sujeitos à perda de amigos, títulos e prestígios.

Em todas as culturas é assim: a derrota sempre dá um nó na garganta e deixa um gosto amargo na boca. Mas quem luta com lealdade mesmo derrotado, se coloca em situação de vencedor. (Dante Veolece). É justamente assim que todo homem forte jamais sente medo de expressar os bons sentimentos ao mundo: saber amar, acolher um amigo, segurar a mão de quem morre… o amor resiste a idas e vindas do percurso. O subconsciente exerce uma força gigantesca sobre nós.

 No auge da reflexão, esse doador de atitudes repensou sobre a crise de identidade cultural e a falta de controle dos problemas emocionais das pessoas. Movidas pela insatisfação, esquecemos de que “a vida é curta” / “O mundo sempre dá voltas e que só se vive uma vez”. Ame a vida assim como os materialistas amam os vasos de cristal e contas bancárias. Deus é perfeito, nos presenteou com os melhores instintos, talentos e, ainda assim, nós nos queixamos de falta de sorte para a saúde e para as finanças. Aqueles que não conseguem vencer na vida vingam-se falando mal dela (François-Marie Arouet Voltaire). Nesse intempérie, para o ofício de todos os bons guerreiros, o sentido da felicidade só poderá existir onde houver conflitos de interesses… O homem é o que acredita ser e recebe o que diz. Isto é a lei da causa e efeito natural.

 Mesmo dotado de inspiração das “Íbis”, o doador de atitudes sobrevive contorcendo-se em dores e agonias… Apesar de tantos temores, me ergo, “porque para frente é que se anda”. Sempre rasgo contrato e retiro-me da equipe! Pois… Infelizmente ultra pessimistas e incrédulos são papéis principais na vida de muitos. Como minha própria vontade nem sempre é lei, e sabendo de que nada é perfeito para ninguém, respeito o equilíbrio desse universo. O côncavo e o convexo.

 Já que nunca li o livro “O que dizem os perdedores”, a minha reflexão despertou o interesse em levantar alternativas para um mundo menos pior. Daí lembrei dos mandamentos de um livro chamado “A busca pela polidez humana”, que diz: “Comece por dentro, reconstruindo sua grandeza original, tente sempre reconhecer e administrar suas fraquezas, investir em suas capacidades e extrapolar em limites.” Se queres compartilhar o amor, apenas estenda a sua intenção e ela chegará ao mundo, a ti retornará trazendo-te bênçãos do Deus que sorri com tua conduta. (Padre Marcello Rossi).

Atenciosamente

Preto Cria – Hip Hop Cód. 016, Estudante, Escritor, Pesquisador, Plaestrante e um dos Colaboradores do Portal RAP NACIONAL

Extraído do e-bookRabiscos Negros Num Espaço Em Branco

 

 

 

 

 

 

 

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print