Twitter Facebook Youtube
Home » Destaques » Morre aos 36 anos a jornalista do Hip Hop Tati Ivanovici

Morre aos 36 anos a jornalista do Hip Hop Tati Ivanovici

Morte de jornalista deixa o hip-hop e a periferia mais tristes

“Você não escolhe onde nasce, mas escolhe o que vai fazer da sua vida”. É diante dessa frase da jornalista Tatiana Ivanovici que o hip-hop e a periferia estão mais tristes nesta quarta-feira (10). Aos 36 anos e vítima de um câncer no pâncreas, a autora da frase e empreendedora da Rede DoLadodeCá morreu durante esta tarde em São Paulo (SP). Do Lado de Cá, ficam a dor e a saudade.

De Mogi das Cruzes (SP), em sua própria biografia, Tati, como era chamada pelos amigos e conhecidos,  se descrevia como alguém que escolheu viver não apenas para si, mas para as pessoas que viviam ao seu redor. E assim o fez. “Eu já vim do não, não tenho nada a perder”, disse em entrevista ao site da Revista TPM em 2013.

Parte, assustadoramente cedo e de forma abrupta, mas deixa o legado de um dos primeiros veículos de comunicação do país voltados exclusivamente à periferia. O site “DoLadodeCá”, em alusão à música do Racionais MCs, mostrou, durante os anos em atividade – desde 2010 – que o mundo é realmente diferente da ponte pra cá.

“No portal são divulgados talentos e iniciativas culturais que são frutos do celeiro que a periferia se tornou, além de assuntos que dizem respeito ao cotidiano e ao universo do entretenimento popular”, dizia Tati, na descrição contida no site.

Tati é considerada pelo mercado de comunicação como insider das comunidades, mas com a visão clara sobre as necessidades das marcas. Na própria história, mesmo breve, mostrou, desde cedo, garra e determinação, o que chamou a atenção do jornalista Gilberto Dimenstein e passou pelo Projeto Aprendiz, onde ganhou a alcunha de “aprendiz-problema”, por querer fazer várias coisas ao mesmo tempo. Trabalhou também em diversos veículos de comunicação como MTV, onde dirigiu o Yo! MTV, voltado ao hip-hop, TV Futura e Folha de S. Paulo.293324_105500989552363_472442_n

Agora, deste lado onde Tati nasceu, na periferia, e tornou-se um exemplo de superação na quebrada é que a perda de um dos ícones do jornalismo e da comunicação faz os dias que antecedem o inverno ficarem ainda mais frios.

Atualmente, a Rede DoLadodeCá atua com projetos de comunicação integrada, dentro da lógica do Progresso Compartilhado, que gera benefícios para todos os envolvidos na negociação. A Rede DLDC realiza ações em comunidades para marcas como Unilever, Dove, Kaiser, Seda, Diageo, entre outras.

Do que fica, além da dor, da saudade e do sentimento de impotência diante da vida, quem agora está Do Lado de Cá fica com os projetos iniciados, como o “Mulheres do Progresso”, que traz representantes fora do padrão estético imposto pela sociedade, além de um canal no youtube com vídeos e reportagens sobre a periferia.  A ideia e busca de Tati prevalecem, mesmo sem ela: revelar os talentos da quebrada a partir do fortalecimento da autoestima se tornou realidade e a parte da história escrita por ela pode ser conferida direto na rede.

Serviço – Para conhecer mais sobre o trabalho de Tati Ivanonici, acesse DoLadodeCá

Informações sobre o velório da Tati Ivanovici:

Rua Batista Caetano sem número – Vila Mariana – São Paulo – SP
Horário previsto de chegada: 03h00
Informação sobre a cremação
Saída para o crematório 15h00
Rua Francisco Falconi ,347 Vila alpina

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print