Twitter Facebook Youtube
Home » #Rede Rap Nacional » Artistas » O autêntico rap de Lindomar 3L

O autêntico rap de Lindomar 3L

Lindomar 3L, nasceu em Uberaba, em Minas Gerais, em 1984, onde residiu até 2010 e trabalhou como engraxate, entre outros subempregos. Foi nessa cidade que iniciou os trabalhos com o rap. A sobrevivência nas ruas, os “sons” das rádios comunitárias e das fitas cassetes, os eventos de hip-hop, o convívio com os adeptos da black music e os cultos na igreja onde o seu pai era missionário foram muito importantes para o desenvolvimento e efetivação de sua arte. A apresentação do rapper é feita no formato original do hip-hop, numa busca pelas raízes da cultura, apresentando no palco: o MC, o DJ e o B.boy, transmitindo ao público, com carisma e de maneira peculiar: o show “O Novo Sempre Vem”.

No final dos anos 90, no Triângulo Mineiro, a cultura hip-hop começou a crescer gradualmente, mesmo independente de outros estados. Lindomar forma o grupo 3L MC’s, o que daria origem ao seu nome artístico, e inicia sua carreira artística em 2001, fazendo sua primeira apresentação oficial no Circo do Povo de Uberaba.

Nos anos de 2003/2004, Lindomar 3L segue em carreira solo e começa a ministrar oficinas de rap e a participar de batalhas de freestyle (duelos de rimas improvisadas) e participa do CD/Coletânea do Primeiro Festival de Rap de Uberaba, do qual foi um dos vencedores, e grava a música Bobo da Corte, o que seria sua primeira gravação oficial. Em 2005, assina um contrato com o selo Só Balanço de Brasília, e nos anos de 2006/2007, comanda o programa de rap Bom Som Periferia, na rádio comunitária Mundial FM e participa de trabalhos musicais do rapper GOG, com quem fez shows pelo país, tornando-se uma das maiores revelações do rap nacional. No ano seguinte, Lindomar 3L lança pelo selo Só Balanço seu álbum de estréia, intitulado Das Ruas Mineiras, e por este trabalho, foi indicado ao Prêmio Hutuz 2008 na categoria de Revelação do ano.

Por todo o Brasil, acontecem apresentações e suas músicas são executadas nas rádios, emplacando a música Tem Que Ser Humilde no programa Espaço Rap – 105 FM. O hit ganhou videoclipe, e seu sotaque, suas ideias, chavões e letras se propagam, e Lindomar 3L torna-se uma referência nacional do rap mineiro.

A aproximação com a literatura marginal e os movimentos socioculturais é essencial para o hip-hop, segundo Lindomar 3L, que participou das coletâneas literárias Pelas Periferias do Brasil volume III e Poetas do Sarau Suburbano volume II organizadas por Alessandro Buzo e o livro Arte na Medida publicado pela “Ação Educativa”, que é parceira de seu trabalho desde o final de 2010, ano em que vai residir na capital paulista, com o apoio de Ana Duarte, ex-produtora do grupo Consciência Humana que conheceu o seu trabalho pela internet. Desde então, Lindomar 3L realiza a maioria de seus shows na grande metrópole e ministra oficinas de rap na Fundação CASA.

O rapper também gravou mais videoclipes, e a obra audiovisual do single Ei Tio!, música que registra a sua chegada em São Paulo, vence o concurso Bandas & DJ’s da Band Sat. De 2010 a 2014 são lançados também singles, um EP, um documentário e o álbum “O Novo Sempre Vem”, o mais recente trabalho de sua carreira.

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print