Twitter Facebook Youtube
Home » Noticias » O Rap esquenta a noite paulistana

O Rap esquenta a noite paulistana

O grupo Rosana Bronk’s apresenta a Festa ‘Noite Quente’ e reúne nomes do rap paulista como Dexter e Max B.O. no bar Villa Carioca.

Com a chegada do frio na capital paulistana, o jeito é aquecer o corpo e espantar o frio. Para isso, nada melhor do que uma boa balada com gente bonita e elegante e mexer o esqueleto ao som de música de qualidade. Pensando nisso, o grupo Rosana Bronk’s promove a festa Noite Quente, no dia 22 de maio, quarta-feira, no Villa Carioca Music Lounge. Realizado pela Boia Fria Produções, o evento terá participação dos rappers Dexter, Max B.O., Big RDG e da cantora espanhola Alba Santos. Nas pick-ups, a DJ Cinara promete aquecer a pista com clássicos do rap, do funk e da soul, antes e depois do show. Uma noite para deixar o casaco em casa, já que a ordem é dançar. O nome da festa vem da música “Noite Quente”, um dos sucessos dos anfitrões do Rosana Bronk’s, sempre lembrada pelos DJ’s na hora de botar fogo na pista.
Aposta do selo Cosa Nostra, do Racionais MC’s, que já revelou talentos como RZO e Sabotage, o Rosana Bronk’s foi formado em 2000, a partir de um time de futebol de várzea do Jardim Rosana, bairro da zona sul de São Paulo, que levava o mesmo nome do grupo. A idéia veio após o convite de Mano Brown para Du Bronk’s, Negreta, Maspingon e Zuruca participarem da faixa 1 Por Amor, 2 Por Dinheiro, do disco “Nada Como um Dia Após o Outro Dia” (Racionais MC’s, 2002). Com influência da música soul, do funk setentista e da disco music, o Rosana Bronk’s bebe na fonte de The O’Jays, Chicago Gangsters, Jorge Ben, Gap Band, James Brown e de outros sons que faziam a cabeça da rapaziada nas décadas de 70 e 80 e se destaca como representante da nova geração do rap brasileiro. “O Rosana Bronk´s vem na pegada do funk, com musicalidade diferenciada”, explica Negreta, um dos MCs.
As primeiras canções surgiram a partir de bases feitas por Mano Brown, que estavam guardadas por fugirem ao estilo do rap do Racionais. “Tinha várias bases com uma pegada mais funk”, diz Brown, que passou o material para o Rosana Bronk’s.  Foi nessa pegada que o grupo ganhou as pistas das baladas de rap com No Rolê Com Rosana Bronk’s3 Pretos na Marginal e Mudanças, entre outras músicas. De 2002 a 2006, o Rosana Bronk’s abriu shows do Racionais e, em 2007, lançou o álbum “Jogar Pra Ganhar”, com produção de Brown. Ainda participaram do disco nomes como Ice Blue, DJ Cia, Don Pixote, DJ Ajamu e Silvera. No mesmo ano, lançou o clipe da faixa Mudanças, com participação de Silvera.
O grupo também já atuou em shows e gravações com Leci Brandão, Netinho de Paula, Bezerra da Silva, Banda Black Rio, entre outros. Em 2011, o Rosana Bronk’s lançou o clipe Frenesi Seduction e, atualmente, divulga sons que integram o repertório de seu próximo disco, ainda sem data prevista para lançamento. Entre as faixas, destaque para Cidade SitiadaNoite Quente e A Vida Vale a Pena.
festarosana
SERVIÇO
Rosana Bronk’s apresenta Noite Quente com: Dexter, Alba Santos, Max B.O., B RDG e DJ Cinara
Data: 22 de maio, a partir das 22h
Local: Villa Carioca Music Lounge – Av. Dr. Ricardo Jafet, 1051 – Ipiranga
Ingressos: 1º lote R$10 (M) e R$15 (H)
Onde comprar:
Villa Carioca Lounge Bar (Av. Dr. Ricardo Jafet, 1051 – Vila Mariana – tel: 11 2894-7800)
Ichiban (Galeria 24 de maio – Av. São João, 439 – loja 27 – Centro – tel: 11 3222-0338)
Black Bom Bom (Rua Luis Murat, 370 – Vila Madalena – tel: 11 3813-3365)
Informações: Boia Fria Produções – boiafria@boiafriaproducoes.com – Tel: 11 3294-9757

http://www.facebook.com/BoiaFriaProducoes

+Rosana Bronk’s
http://youtu.be/Pt7gGjQvPPg (Quebradas Emoções)
http://youtu.be/ExePV07bkdw (Clipe Frenesi Seduction)
http://youtu.be/ZzuiIkeEQ3Y (Três Pretos na Marginal)
http://youtu.be/ebfPwqvUIt4 (Clipe Mudanças)
+Alba Santos
Cantora, compositora e cidadã do mundo, desde criança Alba é ligada ao jazz e aos ritmos black, e aos 16 anos começou a fazer rimas e a cantar na dupla espanhola de Rap feminino Beat Queens Crew. No quarteto de jazz Smooth Brownie, Alba passou a desenvolver seu talento como cantora ao interpretar grandes clássicos do gênero. Ainda na Espanha, três anos depois, em 2008, tornou-se integrante do Conquistadores Chocolate Afrobeat Orquestra, cantando covers de Fela Kuti carregados da energia de sua potente voz nas interpretações.
Em 2010, Alba Santos decidiu lançar uma mixtape de Rnb-soul com seu trabalho solo, chamada “Ritmo & Soul”. Foi quando surgiu a oportunidade de embarcar num navio cantando jazz pelo mundo com o pianista Alfie Copovi.  Após um ano, Alba aportou no Brasil, onde decidiu trilhar sua carreira na cena musical paulistana. O começo foi difícil, até que Alba enncontrou espaçõ para mostrar seu trabalho  na noite paulistana em bares de jazz, como All Of Jazz e Baretto, onde seu talento passou a ser reconhecido em terras tupiniquins. Até que, por obra do destino, Alba conheceu por casualidade rapper Du Bronk’s, integrante do Rosana Bronk’s e da Família Racionais, e desde o primeiro encontro os dois passaram a fazer música juntos. Foi daí que nasceu o projeto Uni Duni Chocolate, formado por eles com apoio do rapper Mano Brown, voltado à uma sonoridade que remete ao soul-funk norte-americano, com uma cadência que varia do dançante ao romântico.
 
+Big RDG
O jovem MC Big começou a cantar em 1999 no Grupo Realismo Frontal que, no ano 2000,  mudou o nome para Negredo. Em 2002, junto com Marcio, Duda e Dj Odair, Big criou o Grupo RDG sigla para Rapa Da Godoy, uma referência ao bairro de origem do grupo, a Vila Godoy, na zona Sul de São Paulo. O último trabalho do RDG foi o disco Ressureição, lançado em 2011. Atualmente faz participações com o Racionais Mc’s, como no clipe “Mente do Vilão”, quando contracenou com Mano Brown, Du Bronk’s, Don Pixote e Willian Magalhães, além de integrar os projetos Big Ben Bang Jonhson e Boogie Naipe, diretamente ligados ao Racionais Mc’s.
http://youtu.be/cYXufLRIQ-s (Clipe Elas Gostam Assim)
http://youtu.be/s9BSv3m5D8Q (Clipe Mente do Vilão)
 
+Dexter Oitavo Anjo
Desde 1990 no cenário do Hip Hop nacional, Dexter Oitavo Anjo compôs suas primeiras letras influenciado por nomes como Public Enemy, NWA, Kool Moe Dee e Racionais MC’s. Exilado durante 13 anos no sistema prisional, foi no Carandiru que fundou o grupo 509-E, que ganhou destaque com os discos “Provérbios 13″ e “MMII DC (2002 Depois de Cristo)”, último disco gravado pelo grupo. Na produção, grandes nomes do Rap nacional, como DJ Hum, DJ Luciano, MV Bill, Zé Gonzales, Mano Brown e Edi Rock. Sua carreira solo, iniciada em 2005, parte do brilhante CD “Exilado Sim, Preso Não”, que foi premiado no HUTÚZ como melhor álbum e agraciado com mais quatro prêmios pelo Hip Hop Top.
Em 2009, Dexter passa para o regime semi-aberto e grava o CD e DVD “Dexter & Convidados” ao vivo, que reuniu a nata do Rap em um único palco. Atualmente, após o fim do exílio, Dexter voltou a fazer shows pelo Brasil, consagrando-se como um dos maiores representantes do Rap nacional. A ascensão do estilo nas grandes metrópoles foi coroada pela volta do Rap aos palcos da Virada Cultural 2012, quando Dexter cantou acompanhado por uma big band para o público que lotou a Praça da República, voltando ao seu lugar de origem: as ruas.
+Max Bo
Max B.O. é o Mestre de Cerimônia que tem como principal trunfo a arte do improviso no Rap (Freestyle) e, para quem não conhece, ele prova essa habilidade ao fazer rimas com o R.G. de membros da platéia. Nos últimos tempos é o responsável pela apresentação de festivais de diversos seguimentos, como: BrasilinTime, Show da Consciência Negra, Virada Cultural, Encontro Paulista de Hip Hop e Indie Hip Hop.
Max é um artista multimídia e já atuou no longa “Antonia”, de Tata Amaral (Coração da Selva), no documentário sobre rima de improviso “Versificando”, de Pedro Caldas (13 Produções), foi o MC Rappórter do Programa “Brothers”, da RedeTV!, e atualmente o destaque fica como o apresentador do Programa “Manos e Minas”, na TV Cultura.
+ Boia Fria Produções
A Boia Fria Produções atua na venda, produção de shows e assessoria de imprensa de artistas e de eventos culturais, além de ser uma editora e selo musical. Também oferecemos serviços de produção de conteúdo jornalístico, produção musical, edição de livros, roteiros para cinema, elaboração de projetos culturais, entre outras atividades.
..
..
Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print