Twitter Facebook Youtube
Home » Noticias » Personagem em vídeo de música de League of Legends causa frisson na internet com o seu rap

Personagem em vídeo de música de League of Legends causa frisson na internet com o seu rap

Um frisson é uma sensação causada ou por entusiasmo ou por medo, que percorre o corpo de uma pessoa.  Ocorre em vários momentos e apesar de ser um mistério existem várias noções sobre os momentos em que o mesmo ocorre. O mesmo usualmente é desencadeado por um momento geralmente inédito e que causa grande emoção na pessoa que o experiencia, podendo até ser desencadeado por um vídeo de música que faz parte de um vídeo jogo.

O League of Legends é um videojogo incrivelmente popular, de batalhada de multijogadores online com 80 milhões de utilizadores a nível mundial, e um vídeo de música pertencente a este jogo foi recentemente lançado no youtube, atirando para a luz da ribalta um grupo de música ficcional chamado KDA.

Este vídeo, lançado para o Campeonato mundial de League of Legends alcançou desde o seu lançamento 85 milhões de visualizações. As vozes que deram vida às personagens foram Madison Beer, (G)I-DLE JeonSo-yeon e Jaira Burns.

Jaira Burns faz a voz da personagem Akali, numa cena particularmente digna de um frisson, esta personagem faz um interlúdio dentro do metro, que forma um visual, em conjunto com a letra, particularmente digno de arrepios.

Durante o espetáculo ao vivo as cantoras fizeram uma performance ao lado das personagens em realidade aumentada, sendo possível ver uma estrela de K-pop a fazer rap ao lado de uma construção digital, com a qual interage, e que nem se encontra em palco.

Neste espetáculo participou de seguida também o rapper coreano Bobby, que pertence ao grupo iKON, sendo que o rapper que participou numa versão do vídeo “Rise”, que acompanhou o vídeo lançado para o grupo ficcional KDA, salvou a performance ao vivo.

Na versão original acompanhada pelo vídeo, com uma animação de qualidade muito acima da média, a música Rise contém a participação dos The GlitchMob, Mako, and The Word Alive. Durante a performance ao vivo o artista Mako desapontou os fãs, uma vez que a sua voz ao vivo não satisfez a qualidade apresentada em auto tune no vídeo original, isto permitiu que Bobby do grupo iKon salvasse a performance com o seu rap, que misturou coreano e inglês americano durante a performance de abertura do Campeonato Mundial de League of Legends.

Estes vídeos e a sua popularidade demonstraram a abertura de um possível novo mercado para o Rap, baseado nas imensas audiências que seguem jogos populares, como o League of Legends, (nome geralmente arredondado para LOL) assim como as possibilidades que a inserção das novas tecnologias digitais apresenta para as performances ao vivo.

Estes dois grupos criados exclusivamente para o lançamento do Campeonato Mundial de um videojogo, não são os primeiros grupos musicais criados com sucesso pelos criadores do League of Legends, tendo existido anteriormente um grupo de nome PentaKill, que é uma banda de metal formada por personagens do jogo e cujo vídeo de música de nome “Mortal Reminder”, possui 26 milhoes de visualizações no youtube. A popularidades dos videojogos tem vindo a aumentar, sendo este jogo já considerado pelas Universidades Americanas como E-Sport, e para o qual existe já a atribuição de bolsas de estudo para os melhores jogadores.

 

Comentários: