Twitter Facebook Youtube
Home » #Rede Rap Nacional » Artistas » Rapper Negotinho protagoniza novo longa metragem da cineasta Tatiana Lohmann

Rapper Negotinho protagoniza novo longa metragem da cineasta Tatiana Lohmann

Além de ser um dos principais personagens, a música “Sem Pai” gravada pelo rapper Negotinho em 2010, fará parte da trilha sonora do filme “Minha Fortaleza, os filhos de fulano”, que aborda a questão da ausência paterna na vida de jovens da periferia. 

Em processo de gravação nas ruas de São Mateus, distrito da zona leste de São Paulo, o filme “Milha Fortaleza, os filhos de fulano”, dirigido pela cineasta engajada na cultura do Hip-Hop, Tatiana Lomann, aborda a realidade de famílias da periferia que são criadas sem a figura do pai, transmitindo às mães, a responsabilidade de garantir o sustento da família. Uma das histórias reais retratadas no filme é a trajetória de vida do rapper Negotinho e da sua mãe, dona Vera, moradores da comunidade da Vila Flávia, em São Mateus.

No longa metragem, o rapper Negotinho aparece como um personagem, que revive lembranças da sua infância ao relatar a trajetória de superação por crescer sem a figura do pai, tendo sua a mãe, a dona Vera, como um símbolo de resiliência na comunidade da Vila Flávia, como heroína e principal referência para sua formação como cidadão e artista.

Para o rapper, a participação no filme se deve em grande parte ao seu envolvimento com a cultura Hip Hop. “Além de contar a minha história, que é muita parecida com a de outros jovens negros e periféricos, eu vou mostrar como o Rap foi importante na minha vida, para superar diversos obstáculos. E isso fica muito claro pra minha pessoa e para a minha família ao ver e ouvir que a minha música, inspirada numa história real, fará parte da trilha sonora de um filme importante”, diz Negotinho, que além da carreira artística, divide o tempo realizando trabalhos socioculturais no projeto São Mateus Em Movimento.

De acordo com a cineasta, o filme é fruto de uma realidade social que remonta aos primórdios da história do Brasil. “O numero de famílias chefiadas por mulheres vem crescendo exponencialmente, em particular nas periferias das grandes cidades. E isso está associado com o fato histórico dos portugueses começarem a engravidar índias e não assumir seus filhos”, explica Lohmann, ressaltando que há inúmeras pesquisas de fontes e instituições confiáveis que apontam para esse cenário.

Com mais de 20 anos de carreira, ela coleciona uma série de produções importantes para o cenário do Rap Nacional, entre elas estão: a produção do clipe ” Tik Tak” do Doctor MC’s, dirigido por Sergio Roizenblit, em 1998; produção de cenários e captações audiovisuais  para o Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, um grupo de teatro Hip Hop respeitado na cena dos coletivos de teatro paulistas; direção de um longa metragem em parceria com Roberta Estrela D’Alva, sobre poetry slam, um tipo de batalha de poesia que tem popularizado a poesia falada junto ao boom dos saraus da periferia;  e direção do clipe “Respeito é Pra Quem Tem” do rapper Sabotage, em 2008, pela Miração Filmes.

Além do rapper Negotinho, o ator e rapper Fernando Macário, que já fez participações em diversos filmes do cinema brasileiro, como Carandiru e Antonia, integra o elenco do longa metragem. “Quando eu estava trabalhando num documentário sobre o fim do Carandiru e as filmagens do filme do Babenco lá dentro, eu conheci o Macário. Ele era figurante e me procurou dizendo que ia tatuar uma foto 3×4 da mãe dele no peito. Ele queria gravar essa cena e fazer um clipe pro rap que compôs em homenagem a ela, “Minha Fortaleza”. Eu topei e fui lá gravar. Com o passar do tempo, descobri que tatuar retrato da mãe, imagem de Nossa Senhora ou nome de mãe é a coisa mais comum, especialmente nas periferias. A tatuagem carrega o simbolismo de amuleto, homenagem, lembrete de caminho reto a seguir”, relembra Tatiana, abordando um dos motivos para a participação do ator no filme e dando detalhes sobre alguns fatores que inspiraram a criação do projeto.

Com tantos fatores sociais ligados a ausência do pai, fazendo com que com que as mães se tornem heroínas das periferias, a cineasta percebeu várias relações e sentidos pra explorar nestes contextos. A partir disso, ela deu inicio ao desenvolvimento do  projeto, que levou cerca de 15 anos para conseguir se viabilizar financeiramente. Em 2015, o projeto recebeu incentivo do edital de produção cinematográfica do BNDES, fator que contribui para dar andamento à produção do filme.

Confira o teaser do filme:

MINHA FORTALEZA, os filhos de fulano_teaser from Tatiana Lohmann on Vimeo.

 

Sobre Negotinho – https://www.facebook.com/Negotinho-Rima

Nascido e criado na Vila Flávia, zona leste de São Paulo, Fernando Rodrigo de Carvalho, mais conhecido como NegoTinho no cenário do Rap Nacional, iniciou sua carreira com trabalhos socioculturais em 1998. É conhecido principalmente pelo desenvolvimento do seu trabalho artístico no HIP HOP, sendo fundador do Rima Fatal da Leste e idealizador do Ensaio Geral, evento mensal que se caracteriza como um circuito musical da periferia, realizado na comunidade da Flávia, em São Mateus. Ele também é professor de capoeira e usufrui da profissão ministrando oficinas sobre o esporte, para educar crianças que frequentam o Espaço Cultural São Mateus em Movimento, na cidade de São Paulo.

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

 
Email
Print