Twitter Facebook Youtube
Home » #Rede Rap Nacional » Artistas » RESGATADO DO CRIME: Conheça a história do rapper Marcola

RESGATADO DO CRIME: Conheça a história do rapper Marcola

A história de Marcola é parecida com a de tantos outros jovens, que tem um sonho mas que acabam se perdendo no caminho, ao se envolver no crime e nas drogas. Marcola conseguiu trilhar um final diferente, quando no pior momento da sua vida, descobriu que tudo aquilo que buscava podia ser encontrado se ele aceitasse Jesus como Senhor e Salvador.

Mineiro, de Governador Valadares, Marcola foi para os Estados Unidos em 1994, quando estava com apenas 15 anos de idade. A vida na terra do Tio Sam logo tomou um rumo estranho e Marcola acabou se envolvendo com o crime. Nessa época passou por várias situações críticas, inclusive tendo sido baleado e preso.

Confira o clipe “Pois Tentaram”:

E quando tudo já parecia perdido eis que a situação ficou ainda pior. Marcola engravidou uma jovem e o exame de sangue dela acusou HIV positivo. O fim parecia próximo e nesse momento ele encontrou o apoio de pessoas que mostraram a ela que Deus podia mudar sua vida. E mudou! Depois que ele se converteu, o HIV desapareceu do sangue da jovem e todos os exames futuros deram negativo.

Depois de sua conversão, Marcola passou a fazer rap para transmitir uma mensagem de fé e perseverança, sempre buscando a revolução através da palavras de Deus.

Marcola é um dos indicados na premiação da música gospel “Trofeu de Ouro 2016“, que acontece em São Paulo no mês de agosto. Se você curtiu o trampo do mano e quer colaborar com o RAP, clique aqui e deixe seu voto para Marcola na categoria TOP 10!

IMG_8884

Confira abaixo um bate-papo com Marcola.

Marcola onde você nasceu?
Governador Valadares Minas Gerais

Saiu do Brasil por que?
Desde criança sonhei com o Estados Unidos e quando estava com 15 anos, em setembro de 1994, segui meu destino acreditando no futuro!

Qual foi a sua maior dificuldade fora do país?
Nenhuma… Eu me adaptei muito rápido sendo jovem.

Como e porque você começou a fazer RAP?
Vivendo no país do Rap… O Rap virou normalidade no meu dia a dia!!! Em 2007 quando estava preso na 2a deportação do país, Deus me mandou escrever e cantar o que Ele ia me dar!!! Desde lá venho fazendo meu trabalho de Rap pra valer!!!

Na música “Pois Tentaram” você fala que tentaram te matar e tirar os seus sonhos. São fatos reais? Nos fale sobre.
Sim, são fatos reais! Minhas músicas falam do meu testemunho, da vida que um dia vivi. Jovem, vivendo em Miami, me entreguei a vida loka e por conta disso tive várias consequências, como prisões e muito inimigos.

O que te resgatou do mundo do crime?
Em 2003 eu estava em uma boca de drogas em Pâmpano Beach na Florida em Miami e lá engravidei uma menina e o sangue dela deu HIV positivo. Nesse momento difícil tive uma assessoria de alguns crentes e aceitei Jesus como meu Senhor e Salvador. Hoje vivo o milagre!

Como foi o processo de gravação do videoclipe “Pois Tentaram”?
Foi muito massa porque eu revivi a história, só que dessa vez consciente de que eu estava no controle. Quando você faz algo que ama, fica fácil.

Nos fale um pouco sobre o seu álbum “Esforça-te Boy”
Esse álbum é um pedaço de mim, relato muito sobre minha vida o que vivi. O disco traz uma mensagem de fé e perseverança na caminhada, conjugado com o amor do Pai em Cristo Jesus.

Qual a sua missão e objetivo com o seu RAP?
Meu objetivo é levar uma mensagem de fé e perseverança ao próximo através do respeito e o amor, o qual aprendi com a Palavra.

Quais são os projetos futuros?
Vários… Só coisas boas! Sempre com muito suor e esforço.

Deixe um recado para os brasileiros que tem o sonho de morar fora do Brasil.
Amo o Brasil e os brasileiros, mas o meu sonho de morar no exterior falou mais alto e eu fiz minha parte. Eu sempre tive fé, acreditei, corri atrás e aqui estou. Não veio fácil, mas impossível não foi!

Contato:
www.facebook.com/marcosreis.marcola
Instagram: @marcosreismarcola

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print