Twitter Facebook Youtube
Home » Noticias » Rodrigo Ciríaco lança livro e faz sarau na Alemanha

Rodrigo Ciríaco lança livro e faz sarau na Alemanha

Após lançar a obra “100 Mágoas” em Berlim, Rodrigo Ciríaco realiza agora uma edição alemã do  Sarau dos Mesquiteiros

 

fotos: Brunela Succi

“Nóis é ponto e atravessa qualquer rio”. Foi com esta frase que o escritor Rodrigo Ciríaco anunciou uma edição especial do Sarau dos Mesquiteiros, que vai acontecer no próximo dia 25 de janeiro em Berlim, na Alemanha.

 

Neste caso, a literatura marginal cruzou oceanos e chegou pela segunda vez na Alemanha. O evento acontece na A Livraria Berlim, onde Ciríaco lançou na quinta-feira (12) o livro “100 Mágoas” , que é um mosaico de várias histórias que abordam a problemática política e social da babilônia brasileira: a pobreza, o descaso e a violência policial. No entanto, o livro não limita-se ao “mais do mesmo”. Traz também tensões conjugais, emocionais. Tudo isso carregado de lirismo. Sem deixar de lado o cinismo.O trabalho tem prefácio de Marcelino Freire e orelha de Érica Peçanha. O projeto gráfico ficou por conta de Silvana Martins.

Durante a ação, o autor falou um pouco sobre a origem do livro, sobre a importância do financiamento da obra por meio de um edital público do município de São Paulo ( Programa VAI) e sobre o trabalho coletivo feito na elaboração de um novo selo editorial, o Um Por Todos, além da diversidade de temas e personagens presentes nos contos: a pessoa em situação de rua, uma mulher condenada injustamente, o pai revoltado no leito do hospital sem atendimento para a filha, as traições e rejeições amorosas, a babá vingativa contra o bebê, entre outros.

 

 

Foram feitas as leituras de dois contos do seu livro: “Maria”, que aborda uma história uma mulher acusada injustamente de matar a filha com cocaína em sua mamadeira e “Sem Mágoas”, conto este que faz referência ao título do livro e que aborda o desabafo de uma mulher ao seu ex-namorado.

Uma  pergunta de destaque foi sobre a “visceralidade” dos contos, ou do que Rodrigo gosta de chamar, “literatura de estômago”. Como se faz com tantas histórias, o que ela provoca no autor? “Gastrite”, foi a primeira resposta, seguida de risada dos presentes. “Mas por isso que não me considero muitas vezes um escritor, pois não gosto de escrever sobre qualquer coisa, mas aquilo que me pega pelo estômago, por baixo. Escrever é necessário para eu me sentir vivo”, declarou.

Ao final, foi recitado o poema “Periafricania”, de Gaspar (Z´África Brasil) e os presentes convidados a tomar um vinho, conhecer mais o trabalho e conversar com o autor.


O local onde aconteceu o lançamento, que teve tradução e moderação da pesquisadora Ingrid Hapke (Universidade de Hamburgo – ALE) e vai acontecer o sarau trata-se de um espaço especializado em literatura afro-luso-brasileira e que já recebeu nomes da literatura brasileira como Marcos Lopes, Ruy Castro, Ignácio de Loyola Brandão, João Ubaldo Ribeiro e o veterano da cena contemporânea/periférica, Ferréz.

 

O autor e o Sarau dos Mesquiteiros

Rodrigo Ciríaco é escritor, educador e também autor do livro de contos “Te Pego Lá Fora” (Edições Toró, 2008) e participou da coletânea francesa “Je Suis Favela”, com contos traduzidos e publicados pela Editora Anacoana em 2011.

O Sarau dos Mesquiteiros acontece semanalmente no Jardim Verônica – Ermelino Matrarazzo, na zona leste de São Paulo, com o tema “Um por Todos, Todos por Um”, procurando valorizar o trabalho coletivo, solidário e cooperativo, além do protagonismo juvenil.

 

 

Serviço – Mais informações sobre o livro podem ser obtidas através do link: http://www.efeito-colateral.blogspot.com/

 

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

OUTROS COMENTÁRIOS (1)

  1. Nicoly Monteiro disse:

    eleeee e meu professor de Historiaaaa rsrsr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print