Twitter Facebook Youtube
Home » Destaques » Show de Dexter e MV Bill na Virada Cultural atrai milhares de pessoas para a Praça da República

Show de Dexter e MV Bill na Virada Cultural atrai milhares de pessoas para a Praça da República

Texto: Elaine Mafra
Vídeo: Mandrake e Elaine Mafra

A apresentação fez parte da programação da Virada Cultural 2014 que teve ainda vários outros shows de Rap espalhados pela cidade, durante as 24h do evento.

8 horas da manhã, de um domingo frio e cinza! Centenas de atrações durante a madruga! Muitas outras opções de Rap, em horários melhores! Será mesmo que o público vai colar?

Não há como negar que existia o medo de o público não colar em peso no show de Dexter e MV Bill. Se apresentar às 8h da manhã de um domingo era um desafio e tanto para os dois rappers. Mas o público não decepcionou e pouco a pouco foi lotando todos os espaços da Praça da República. Às 8h já era possível ver um mar de gente a espera do show, que começou com quase 1h de atraso, mas nada que desapontasse os fãs. Ao contrário do que foi dito pela Folha de São Paulo, que publicou que o show começou sobre protestos da plateia, que se incomodou com o atraso.

O show começou com o barulho de sirenes, seguido pela batida de “Soldado do Morro”, de MV Bill. Mas para a surpresa do público quem apareceu cantando as primeiras rimas foi Dexter. O repertório do show foi composto por grandes sucessos da carreira dos dois rappers, onde em diversas músicas um cantou trechos da música do outro. O show teve ainda a participação de Kmilla CDD e Gregory, que acompanham MV Bill e Dexter, respectivamente, em todos os shows.

A medida que o show ia acontecendo o espaço que separa o público dos artistas, conhecido como backstage e que normalmente é reservado para imprensa e convidados, foi se tornando cada vez menor. Os fãs queriam chegar mais perto de Dexter e MV Bill e compartilhar com eles essa energia boa que estava rolando. Os seguranças ficaram assustados e tentaram impedir, mas Dexter resolveu a situação de maneira tranquila e sempre prezando pelo respeito e segurança do público. O rapper pediu para que os seguranças saíssem da frente do palco e pediu para que o público respeitasse para que não houvesse nenhum incidente. Citou ainda que a grande mídia estava de oho e que se qualquer coisa desse errado amanhã seria a manchete dos principais jornais que foi o público do rap, o povo da periferia que causou tumulto na Virada. Mas o respeito que Dexter tem pelo público é devolvido em doses ainda maiores por seus fãs que permanceram na frente do palco até o final da apresentação. Um pai aproveitou para pedir que Dexter segurasse seu filho, o menino subiu no palco junto com seu skate e ficou ali durante todo uma música.

A apresentação de Dexter e MV foi repleta de momento marcantes e do início ao fim o público se deliciou com o repertório, cheio de clássicos do Rap Nacional. Quando cantou “Saudades Mil” Dexter desceu do palco e foi para junto do público. A música foi entoadas entre abraços, beijos, fotos e muitas outras demonstrações de carinho. A bela letra de “Como vai seu mundo”, também emocionou o público que cantou em coro e fez ecoar por toda a Praça da República o refrão: “Eu queria ter na vida simplesmente, um lugar de mato verde, pra plantar e pra colher. Ter uma casinha branca de varanda, com quintal e uma janela, para ver o sol nascer…”

MV Bill levou para o palco da Praça da República, no centro de São Paulo, um pouco da realidade vivida nas favelas cariocas, como na música “O Soldado que fica”, que conta a história de resistência de um traficante que fica no morro durante uma operação de “pacificação” do Bope. Nesta música Kmilla interpreta a mulher do traficante que não quis abandonar a favela junto com sua família. A apresentação da música “Traficando Informação”, um dos primeiros sucessos de MV Bill, também foi um dos pontos fortes do show.

Foi com a música “Campo Minado”, que também dá nome ao show, que Dexter e MV Bill encerraram o show. Nesse momento alguns fãs subiram no palco e foram atendidos com muito respeito pelos rappers. Como havia sido anunciado, depois do show teve um sessão de autógrafos que marcou o lançamento da Revista Rap Nacional 9. Infelizmente MV Bill não pode ficar para autografar as revistas por conta do horário do vôo para o Rio de Janeiro, que foi marcado para logo após o show. Já Dexter permaneceu durante mais de 1h atendendo os fãs, autografando a revista, tirando fotos e trocando ideia com o público.

Durante o show o diretor do Portal e Revista Rap Nacional, Mandrake, entregou aos dois rappers o prêmio Honra ao Rap. Esse prêmio é uma homenagem àqueles que com seu trabalho, talento e dedicação ajudaram a construir a história do Rap no Brasil. O prêmio também já foi entregue para Mano Brown, do Racionais MC´s e o grupo Detentos do Rap.

Ver aquela multidão sem fim, curtindo na batida, prestando atenção em rimas coerentes, como são as de Dexter e MV Bill, chegou a emocionar. Ainda mais sabendo do desafio que era reunir aquelas milhares de pessoas às 8h da manhã. É até dificil entender porque um show ctão prestigiado foi programado para tão cedo. Mas isso nem importa mais… O que importa é que o público compareceu e teve a oportunidade de prestigiar um dos melhores shows da Virada Cultural 2014.

Assista a TV RAP NACIONAL especial e confira abaixo a galeria de fotos:

Obs: A cobertura completa com fotos dos outros shows na Virada Cultural entra no ar nos próximos dias.

Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

OUTROS COMENTÁRIOS (6)

  1. Rondnelly MB disse:

    Parabens pela matéria show foi mesmo muito bom..

  2. Vivi Miranda disse:

    Materia perfeita e real (y)

  3. Kennedy Dorn disse:

    Foi Muito Loko Memo (y)

  4. Preto Cria disse:

    Montros do RAP Nacional Vichiiiiii

  5. Rê Cruz disse:

    LINDO & ELEGANTE! #BRILHA DEXTER´SFOREVER!!!!!

  6. É disso que estou falando…Rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print