Twitter Facebook Youtube
Home » Destaques » Videoclipe “Eu Sou Assim” do grupo M.Á.F.I.A. versa sobre preconceitos

Videoclipe “Eu Sou Assim” do grupo M.Á.F.I.A. versa sobre preconceitos

Material audiovisual provoca o público sobre as diferenças

Valorizar as diferenças e personalidades do Sul de Minas Gerais. Esta é a proposta  videoclipe “Eu sou Assim” do grupo M.Á.F.I.A. (Manos na Área Fazendo a Igualdade Acontecer), lançado no dia 15 de outubro.

O material audiovisual vem acompanhado do disco, de mesmo nome,  gravado pelos irmãos Mafioso J e J Dois, que desde criança sonham em fazer música e encontram no rap – em tom festivo – a mensagem que querem transmitir.

Com participações de personalidades da região em que vivem e também do hip-hop,  como o Dj Cia, o grupo pretende desmistificar os preconceitos, tão latentes, não apenas na música, mas no dia a dia.

“Com o clipe quisemos mostrar que somos todos iguais, com nossos problemas e sonhos, neste mundo onde as dificuldades são iguais para todos”, explicam.

 

Assista ao videoclipe


O disco “Eu sou Assim”


[CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O DISCO]

 

O disco tem 12 faixas, e traz participações de Muamba  Bitt, Mario Soul, Jeff e Séfora Barros, Gilson Perninha e Fabinho DDM, além de uma faixa  bônus, que é um remix feito em homenagem ao cantor Seu Jorge.

Com samples do mestre do samba, Cartola, de Eliete Negreiro e também de Thaíde, o álbum mostra a versatilidade dos músicos mineiros.

“O CD está muito interessante, pois falamos sobre a vida, sobre festas, sobre romantismo. Trouxemos também um charme para o nosso disco, enfim, fizemos um álbum para todos os gostos, destacando nosso estilo original”, comenta o grupo.

 

 

Conheça mais sobre o M.Á.F.I.A

 

RAP NACIONAL: A música chama ‘Eu sou Assim’. Por que este título?
M.Á.F.I.A: Porque somos todos iguais, com nossos problemas, sonhos, nesse mundo onde as dificuldades são iguais pra todos.

RAP NACIONAL: Como surgiu a ideia de falar sobre as diferenças no videoclipe?
M.Á.F.I.A: Estávamos ouvindo o samba da Eliete Negreiro, “Meu Mundo e Hoje”, e bateu a inspiração de escrever a música, e no clipe ressaltar mais ainda as diferenças.

 

RAP NACIONAL: Como foi produzida a base da música?
M.Á.F.I.A: A música foi produzida pelo J Dois, integrante do M.Á.F.I.A., que tem seu selo “O Lance Produções” e que também produz as nossas bases. Precisávamos de algo diferente para o nosso trabalho, onde apareceu esse sample, gostamos e saiu esse beat, e esperamos que todos gostem.

RAP NACIONAL: Quem é o grupo M.A.F.I.A?
M.Á.F.I.A: M.Á.F.I.A. é a sigla Manos na Área Fazendo a Igualdade Acontecer, um sonho que despertou na adolescência de dois irmãos, que por ouvirem rap, black music desde pequenos resolveram cantar, tendo um estilo próprio, e fazendo rap de qualidade pra galera ouvir.

Por que as pessoas devem ouvir o som de vocês e assistir o videoclipe?
Gostaríamos que todos ouvissem nosso rap, porque é diferente, com conteúdo e qualidade, As pessoas vão se identificar e ver que eu sou assim e você é assim.

 

Serviço – Para saber mais sobre o grupo, acesse o blog e para comprar o CD, escreva para o e-mail  mafianaarea@hotmail.com


Comentários:

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

Notícias Similares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Email
Print